O Paraná Clube contabilizou, diante do Vitória, sábado (10), em Salvador, seu quarto jogo sem vencer na Série B do Campeonato Brasileiro. A derrota por 2×0 para o até então lanterna da segunda divisão, foi reflexo de um time instável e que parece ter perdido sua identidade na competição nacional. Com isso, veio a queda na classificação. O Tricolor estacionou nos 23 pontos e, apesar de estar a um ponto do Londrina, primeiro time dentro do G4, a equipe do técnico Matheus Costa já é o décimo colocado.

O cenário parecia ser perfeito para voltar a vencer na Série B. Mesmo jogando fora de casa, o Paraná tinha pela frente um adversário frágil e que vive uma crise técnica e interna. A cobrança do torcedor baiano aconteceu desde os primeiros minutos, mas o Tricolor não soube aproveitar a instabilidade do adversário.

+ O jogo: Errando muito, Paraná perde para o Vitória

O resultado começou a ser construído aos 26 minutos com Jordy Caicedo, que aproveitou a falha coletiva da defesa paranista para marcar. A situação ficou ainda pior e escancarou o péssimo momento técnico do Tricolor. Aos 39, o zagueiro Eduardo Bauermann tentou sair jogando e errou. Na recuperação da bola, a equipe baiana aproveitou para fazer o segundo gol, com Wesley.

“Perdemos para nós mesmos. Acabamos nos precipitando e, devido aos resultados ruins da últimas partidas, tivemos bolas no nosso pé que foram dadas de graça ao Vitória. E mesmo assim tivemos mais posse de bola, chutamos mais a gol, mas precisamos continuar trabalhando para evitar erros e buscar uma vitória contra o São Bento, na próxima rodada”, avaliou Matheus Costa.

+ Análise: Faltam opções no Paraná Clube pra sair do mau momento

Com a desvantagem de dois gols, o Paraná foi com tudo para cima do Vitória. Até ensaiou uma pressão, mas sem sucesso. O time baiano, com espaços, teve pelo menos três grandes oportunidades para ampliar a vantagem, mas o goleiro Thiago Rodrigues e a trave salvaram o Tricolor de voltar para casa com uma goleada na bagagem. Momento de instabilidade e que o time precisa corrigir urgentemente para voltar a pontuar na segunda divisão.

“Estamos muito instáveis. A gente não sabe se vai fazer um bom jogo ou irregular. Tem que ter equilíbrio. Talvez nossas vitórias nos fizeram achar que éramos superiores e sempre deixo claro que a gente tem que se entregar muito. Agora a desconfiança, insegurança e pressão aumentam”, admitiu o comandante paranista.

+ Confira a classificação da Série B!

O Paraná terá agora mais um desafio contra uma equipe que está na parte de baixo da classificação. O confronto com o São Bento acontece no próximo sábado (17), às 11h, em Sorocaba, e o Tricolor precisa da vitória para não se distanciar do G4. Momento crucial para tentar reencontrar seu caminho na competição.

“Teremos semana cheia para treinar e segunda voltamos a trabalhar. Duas vitórias seguidas já retornaremos entre os quatro primeiros ou algo muito próximo disso. Temos todas as condições de reverter esse cenário”, concluiu Matheus Costa.