Quase um mês depois da parada para a Copa do Mundo e após 17 dias do início da intertemporada, o Paraná Clube terá um teste importante para medir seu nível de competitividade para a retomada do Campeonato Brasileiro. Hoje, às 20h, na Vila Capanema, o time paranista faz um amistoso internacional diante do River Plate, do Uruguai, já de olho no duelo de quarta-feira que vem, contra o Vitória, no Barradão.

Teste importante e que vai testar a febre do time comandado pelo técnico Rogério Micale que, na retomada do Brasileirão, vai tentar deixar a zona de rebaixamento da competição. O comandante paranista enalteceu a importância dessa partida para avaliar se o período de treinos até agora surtiu o efeito esperado visando a sequência da temporada.

“A vantagem é de jogar. Precisamos testar aquilo que estamos trabalhando nessa intertemporada. É um adversário de qualidade e que vai nos criar dificuldade no jogo para realmente testar aquilo que estamos fazendo. A gente precisava jogar. É um time uruguaio, mas vamos encarar como um jogo normal, até para medir forças e ver como estamos realmente”, explicou o treinador.

De qualquer forma, o Tricolor entra em campo de olho na continuidade do Campeonato Brasileiro. Os trabalhos nessa intertemporada estão sendo feitos justamente para isso e o amistoso pode provar se o time paranista está no caminho certo para conseguir esse objetivo.

“O que mudou ainda a gente vai ver o resultado de tudo isso. Trabalhamos nessa parada e vamos ver se realmente vai dar o retorno que a gente espera. Trabalhamos muito. A gente se dedicou, ensaiou muitas coisas, reviu situações que não estavam sendo boas e fortalecemos o que estava sendo feito de bom. A gente precisava pontuar na reta final antes da parada e conseguimos com as vitórias sobre Bahia e Fluminense. Então, foi muito importante e agora a expectativa é para ver a resposta dos jogadores de tudo aquilo que treinamos nessa intertemporada”, emendou Micale.

Até por isso, o técnico deve colocar um time diferente em campo já no amistoso contra os uruguaios. O treinador usou a intertemporada para rever algumas posições e revelou para o grupo que iria jogar quem realmente se destacasse nos treinamentos. Foi o que aconteceu e o Paraná Clube deve ter mudanças em todos os setores para o embate diante do River Plate e para a retomada do Brasileirão.

LEIA TAMBÉM: ‘Torcedor’ do Tricolor se torna o paredão do Brasileirão

“As opções começaram a ser criadas pelo desempenho que os jogadores começaram a ter durante esse período. É nisso que estamos pautando, no treinamento e melhora da equipe. Notamos que vários estão dando respostas e absorvendo o sistema. Com o coletivo forte, as individualidades aparecem. Vai jogar quem estiver no melhor momento”, detalhou Micale.

Sem poder contar com Carlos, Jhonny Lucas, Mansur, Jesiel e Guilherme Biteco, todos no departamento médico, o comandante paranista terá como novidade a escalação da dupla de zaga com Rayan e Cléber Reis pela primeira vez. Na lateral-esquerda, Igor será o titular.

No meio de campo, os volantes Leandro Vilela e Alex Santana conseguiram se firmar na equipe neste período da intertemporada e na armação o recém-contratado Nadson deve iniciar a partida. No ataque, Rodolfo, outro reforço que chegou recentemente, vai formar o trio ofensivo ao lado de Silvinho e Thiago Santos.

FICHA TÉCNICA

AMISTOSO INTERNACIONAL

Paraná Clube x River Plate-URU

Paraná Clube
Thiago Rodrigues; Júnior, Cléber Reis, Rayan e Igor; Leandro Vilela, Alex Santana e Nádson; Rodolfo, Silvinho e Thiago Santos.
Técnico: Rogério Micale

River Plate-URU
Nicola Pérez; Pablo González, Deivis Barone, Agustín Ale e Facundo Silvera; Mauro Da Luz, Maximiliano Calzada, Matías Jones, Facundo Boné, Facundo Vigo e Juan Manuel Olivera.
Técnico: Pablo Tiscorna

Local: Vila Capanema
Horário: 20h
Árbitro: Lucas Paulo Torezin
Assistentes:
Heitor Alex Eurich e Sandra Maria Dawis