O Paraná Clube viu brecada sua tentativa de reação no Campeonato Brasileiro. Apesar de ter feito uma das suas melhores partidas na competição nacional, o Tricolor perdeu para o Atlético-MG por 2×0, na noite desta quarta-feira (25), na Arena Independência, em Belo Horizonte, permaneceu com 13 pontos e ainda afundado na zona de rebaixamento. O time paranista, sem muito tempo para lamentar, tem mais uma parada difícil pela frente no domingo (29), às 11h, diante do Palmeiras, em São Paulo.

Confira como foi o jogo no nosso Tempo Real!

Com um time modificado e um meio de campo mais compacto, o Paraná Clube impôs muitas dificuldades ao Atlético-MG desde o início do jogo. Assim, o time paranista, apesar de ter menos posse de bola, foi o dono das principais chances do primeiro tempo. Logo no início, Rodolfo fez boa jogada, passou por Maidana, mas chutou para fora.

O Atlético-MG, por sua vez, tentou desde o início pressionar a saída de bola do Paraná e dificultou em alguns momentos a troca de passes do Tricolor. No entanto, o Galo, apesar de ter o domínio, não conseguia finalizar no gol de Thiago Rodrigues. O time paranista, então, tinha mais espaços quando roubava a bola. Aos 30, Alex Santana fez boa jogada na área, chutou no canto e Victor defendeu.

Silvinho e Chará disputam a jogada. Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press
Silvinho e Chará disputam a jogada. Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press

O Galo conseguiu chegar mais a frente na reta final do primeiro tempo. Aos 33, Terans arriscou de fora e mandou com perigo. Na resposta do Paraná, Nádson recebeu livre na área, chutou no canto, mas Victor espalmou. O castigo para o time paranista veio aos 38 minutos. Mansur falhou na saída de bola e cometeu falta em Chará. Terans cobrou, a defesa e o goleiro Thiago Rodrigues falharam, e Leonardo Silva subiu livre para abrir o placar.

Inevitavelmente o Paraná Clube se abalou com o gol sofrido, sobretudo porque tinha o controle da partida e fazia um jogo equilibrado. O Atlético-MG, então, aproveitou a instabilidade do Tricolor, os espaços e quase ampliou. Aos 46, Ricardo Oliveira puxou contra-ataque, mas Terans demorou demais para chutar e facilitou a defesa do goleiro Thiago Rodrigues.

O Paraná Clube voltou com uma postura mais ofensiva no segundo tempo. O time paranista conseguiu sufocar o Galo em busca do empate. A primeira chance veio com Mansur, que arriscou de fora e obrigou o goleiro Victor a fazer grande defesa. Depois, o arqueiro do time mineiro salvou na tentativa de Silvinho.

Confira a tabela e a classificação do Campeonato Brasileiro!

Com sua linha de marcação adiantada, o Paraná dificultava as ações ofensivas do Atlético-MG. A igualdade quase veio aos 24 minutos. Júnior arriscou de fora e Victor, nome do jogo, quase falhou e colocou a bola para dentro. Para tentar furar a defesa do Galo, o técnico Rogério Micale apostou nas entradas de Torito González e Raphael Alemão. Com uma dose extra de azar, segundos depois, Caio Henrique foi atravessar a bola e deu nos pés de Elias, que arrancou do meio e bateu sem chances para Thiago Rodrigues: 2×0.

A situação do Paraná no jogo ficou ainda pior. Mesmo assim, o time paranista seguiu buscando o gol. Aos 29, Silvinho arriscou de fora da área e Victor salvou mais uma. Baqueado em campo, o Tricolor ficou com um jogador a mais aos 35 minutos, quando Lucas Cândido acertou Silvinho com um carrinho violento e foi expulso. Mesmo assim, apesar de seguir atuando de forma ofensiva, o Paraná não conseguiu furar a retranca dos mineiros e amargou mais uma derrota fora de casa.

Ficha técnica

BRASILEIRÃO
1° Turno – 15ª Rodada

ATLÉTICO-MG 2×0 PARANÁ CLUBE

Atlético-MG
Victor; Patric, Leonardo Silva, Maidana e Fábio Santos (Carlos Gabriel); Zé Welison, Elias e Tomás Andrade (Lucas Cândido); Chará, Terans (Bruno Roberto) e Ricardo Oliveira.
Técnico: Thiago Larghi

Paraná Clube
Thiago Rodrigues; Júnior, Cléber Reis, Renê Santos e Mansur; Leandro Vilela (Torito González), Alex Santana (Raphael Alemão), Caio Henrique (Carlos Eduardo) e Nadson; Silvinho e Rodolfo.
Técnico: Rogério Micale

Local: Independência (Belo Horizonte-MG)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Mauricio Coelho Silva Penna (RS)
Gols: Leonardo Silva 38 do 1º e Elias 27 do 2º
Cartões amarelos: Leonardo Silva (CAM); Nádson (PR)
Cartão vermelho: Lucas Cândido
Renda: R$ 262.820,00
Público pagante: 17.244