O Paraná Clube vai passar o período da Copa do Mundo na zona de rebaixamento. Com mais uma atuação irregular, o time paranista arrancou um empate em 1×1 diante do Cruzeiro, na noite desta quarta-feira (13), na Vila Capanema, chegou aos 10 pontos e permaneceu no grupo dos quatro últimos colocados do Campeonato Brasileiro. Serão agora quase 40 dias até o próximo jogo diante do Vitória, em Salvador, no dia 18 de julho. Tempo importante para o Tricolor colocar a casa em ordem e tentar escrever uma nova história na competição nacional.

Confira como foi o jogo no nosso Tempo Real!

Na luta para deixar a zona de rebaixamento, o Paraná até tentou propor o jogo nos minutos iniciais, mas não teve capacidade ofensiva para manter o ritmo inicial. Assim, o Tricolor, aos poucos, passou a se postar todo atrás e deu campo para o Cruzeiro atacar. No entanto, o time mineiro tinha dificuldades para furar a retranca imposta pelos comandados pelo técnico Rogério Micale.

A primeira chance do jogo foi criada só aos 18 minutos. Rafael Sobis girou na área, mas mandou para fora. O Paraná, no pouco tempo que conseguiu ficar com a bola, errou muito na saída de bola. Aos 27, Torito González foi atravessar a bola e entregou de presente para Rafael Sóbis, mas o atacante do Cruzeiro, já dentro da área, não aproveitou a chance.

Rogério Micale foi excluído do jogo pela arbitragem. Foto: Albari Rosa
Rogério Micale foi excluído do jogo pela arbitragem. Foto: Albari Rosa

O Paraná criou sua melhor chance somente aos 33 minutos. Carlos recebeu na área, ajeitou para Thiago Rodrigues, mas o camisa 9 bateu mal e errou o alvo. A Raposa, então, aumentou a pressão na reta final do primeiro tempo. Aos 40, Raniel fez grande jogada e serviu Robinho, mas o meia bateu colocado e errou o alvo. Já nos acréscimos, veio a melhor chance da etapa final. Mancuello passou como quis por Caio Henrique, bateu cruzado e o goleiro Thiago Rodrigues garantiu o empate no primeiro tempo.

O goleiro Thiago Rodrigues voltou do intervalo salvando o Paraná. Aos 2 minutos, Raniel bateu cruzado e o arqueiro paranista salvou. No rebote, Robinho pegou de primeira e, sem goleiro, errou o alvo. O Paraná respondeu na sequência. Silvinho tabelou com Thiago Santos e, da entrada da área, mandou por cima.

A torcida pediu e o técnico Rogério Micale atendeu. O meia Guilherme Biteco entrou para dar mais ritmo ofensivo ao Paraná. No entanto, o Cruzeiro, mais organização na construção das jogadas, seguiu criando as melhores chances. Aos 9, Robinho bateu cruzado e Thiago Rodrigues salvou de novo.

A superioridade técnica do Cruzeiro deu resultado aos 19 minutos. Patrick Brey recebeu nas costas de Neris, que acabou cometendo pênalti. Rafael Sobis bateu bem e abriu o placar na Vila Capanema. Os nervos ficaram a flor de pele, já que o time paranista passou a reclamar muito da arbitragem do paraense Dewson Fernando Freitas da Silva e o técnico Rogério Micale já havia sido expulso no início da etapa final.

Confira a tabela e a classificação do Campeonato Brasileiro!

O Paraná, então, tentou adotar uma postura mais ofensiva, mas parou na boa postura da defesa do Cruzeiro. O time paranista, então, passou a dar os contra-ataques para a Raposa. O Tricolor foi a luta e conseguiu a igualdade aos 30 minutos. Junior cruzou na medida para Silvinho, que cabeceou no canto e empatou a partida.

O gol do Paraná colocou fogo no jogo. O Cruzeiro seguiu mais organizado, enquanto o time paranista, mais nervoso em campo, estava mais preocupado em reclamar com a arbitragem do que tentar a vitória. Apesar do duelo ter ficado aberto, as defesas acabaram se sobressaindo e o empate ficou de bom tamanho na Vila Capanema pelo que os dois times produziram em campo.

Ficha técnica

BRASILEIRÃO
1º Turno – 12ª Rodada

Paraná Clube 1×1 Cruzeiro

Paraná Clube
Thiago Rodrigues; Junior, Neris, Rayan e Igor; Leandro Vilela, Torito González (Jhonny Lucas) e Caio Henrique (Guilherme Biteco); Silvinho, Carlos (Alex Santana) e Thiago Santos.
Técnico: Rogério Micale

Cruzeiro
Fábio; Ezequiel, Dedé, Léo e Marcelo Hermes (Rafinha); Lucas Silva, Lucas Romero, Mancuello (Patrick Brey) e Robinho; Raniel (Sassá) e Rafael Sobis.
Técnico: Mano Menezes

Local: Vila Capanema
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (Fifa-PA)
Assistentes: Heronildo Freitas da Silva (PA) e Luis Diego Nascimento Lopes (PA)
Gols: Rafael Sóbis 19 e Silvinho 30 do 2º
Cartões amarelos: Júnior, Torito González, Neris, Igor, Guilherme Biteco, Carlos, Rayan, Jhonny Lucas (PR); Ezequiel, Lucas Silva (CRU)
Renda: R$ 110.050,00
Público pagante: 5.131
Público total: 6.033