Foi até com certa dose de sofrimento, mas o Paraná Clube conseguiu sua primeira vitória no Campeonato Paranaense. Diante de um frágil Foz do Iguaçu, o time paranista sofreu no primeiro tempo, teve penalidade perdida e, apesar de oscilar durante os 90 minutos, venceu o azulão da fronteira por 4×0, na noite desta quinta-feira (24), na Vila Capanema, chegou aos três pontos conquistados e assumiu a vice-liderança do grupo da Taça Barcímio Sicupira do Estadual. O Tricolor agora terá dois jogos seguidos fora de casa para tentar se manter na zona de classificação à semifinal diante do Maringá e do Toledo.

No duelo de dois times derrotados na largada do Estadual, o Paraná foi melhor durante quase todo o primeiro tempo. Com a marcação encaixada, o time paranista causava dificuldades ao Foz do Iguaçu e passou a criar chances seguidas para abrir o marcador. A fragilidade do adversário, na verdade, não fazia frente a atuação mais organizada da equipe de Dado Cavalcanti. Luiz Otávio e Andrey duas vezes por muito pouco não marcaram para o Tricolor. Faltava, na verdade, capricho para a melhor conclusão das jogadas.

+ Veja como foi o jogo entre Paraná e Foz!

Com relação a estreia, o Paraná tinha no meia Fernando Leite sua principal peça do setor de criação. O camisa 8 conseguiu distribuir bem as jogadas e chegou perto de marcar aos 19 minutos, mas dentro da área, parou na grande defesa do goleiro Felipe Alisson. Com o controle da partida, o Tricolor seguiu pressionando e quase abriu o placar em grande estilo, mas a bicicleta de Alesson saiu por pouco.

Aos poucos, o Paraná perdeu a intensidade e passou dar espaços para o Foz. Mesmo frágil, o time da fronteira passou a chegar nos erros do time paranista, especialmente do zagueiro Fernando Timbó. A queda de produção do Tricolor resultou em lances de perigo do azulão, sobretudo nas bolas paradas, e passou a irritar também o torcedor tricolor.

adc4ce1e-311a-4d3b-8895-6b68d22e9f45

Mesmo com a queda de rendimento, o Paraná poderia ter ido para o intervalo em vantagem. Já aos 45 minutos, Marquinhos bloqueou o cruzamento de Andrey com o braço dentro da área. Na cobrança do pênalti, Higor Leite bateu mal, Felipe Alisson defendeu e garantiu a igualdade. A paciência do torcedor acabou de vez e o time paranista deixou o gramado para o intervalo sob os gritos de vergonha.

Se enganou, no entanto, quem pensou que o Paraná acusaria o golpe. O time paranista voltou com tudo do intervalo e foi logo marcando. No primeiro minuto, Luis Matheus colocou a mão na bola dentro da área. Mais uma penalidade marcada. Desta vez, o atacante Jenison mostrou como se faz, bateu com perfeição e finalmente deu mais tranquilidade para o Tricolor na partida.

+ Leia mais: Paraná renova contrato de Maicosuel

O Foz, de imediato, abandonou a postura defensiva e passou a dar espaços para o Paraná. O time paranista aproveitou e conseguiu ampliar a vantagem aos 10 minutos com uma jogada de jogadores da base do clube. Alesson fez a jogada, serviu Andrey que, na cara do gol, bateu sem chances para Felipe Alisson e encaminhou de vez a primeira vitória do Tricolor no Campeonato Paranaense.

Isto porque o Foz, que já tinha muitas dificuldades técnicas, não tinha força alguma para tentar uma reação na partida. Ainda nos poucos lances de perigo dos visitantes, faltava qualidade para conseguir o primeiro gol. Ao Paraná, mais tranquilo na partida com os dois gols marcados, restou seguir com o controle do jogo. Mais do que isso, o técnico Dado Cavalcanti aproveitou para colocar Maicosuel em campo para começar a ganhar mais ritmo de jogo.

+ Confira a tabela e a classificação do Campeonato Paranaense!

O torcedor, então, acompanhou a atuação mais eficiente no segundo tempo e trocou as vaias pelo apoio ao time paranista. O Paraná, com os dois de vantagem e mesmo com mais espaços para atacar, diminuiu o ritmo, sobretudo pelo evidente desgaste físico dos jogadores neste início de temporada. Mas, ainda no finalzinho, aos 40 minutos, teve mais uma penalidade a favor do Tricolor. Maicosuel foi pra bola e guardou. E se não bastasse, o “Mago” ainda finalizou pro fundo da rede mais uma vez, fechando o placar, aos 43 minutos.

CAMPEONATO PARANAENSE
Taça Barcímio Sicupira – 2ª Rodada

Paraná Clube 4×0 Foz do Iguaçu

Local: Vila Capanema
Árbitro: Rafael Vinicius Moura de Oliveira
Assistentes: Giovani Marlus de Oliveira e Reube Dobrychiop dos Reis
Gols: Jenison, 1, Andrey, 10 do 2º, Maicosuel aos 40 e 43′ do 2º T;
Cartões amarelos: Fernando Timbó, Luiz Otávio, Jenison (PAR); Douglas Santos, Vinicius Martins, Diego Santana (FOZ)
Público pagante: 2.091
Público total: 2.676
Renda: R$ 45.945,00

Paraná Clube
Thiago Rodrigues; Éder Sciola, Rodolfo, Fernando Timbó e Juninho; Luiz Otávio, Fernando Neto e Higor Leite (Maicosuel); Andrey (Jean Lucas), Alesson e Jenison (Rodrigo Carioca).
Técnico: Dado Cavalcanti

Foz do Iguaçu
Felipe Alisson; Léo Vacaria, Leandro Silva, Luis Matheus e Marquinhos; Vinicius Martins, André Oliveira (Arrison), Douglas Santos (Yannick) e Diego Santana (Vitor); João Guilherme e Hadrian.
Técnico: Negreiros

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!