O Paraná Clube será o primeiro time do Trio de Ferro a se apresentar para dar início aos trabalhos de pré-temporada. Depois de mais de um mês de férias, o Tricolor inicia nesta terça-feira (2), no CT Ninho da Gralha, em Quatro Barras, a sua preparação para os desafios do ano de 2018, que será bem diferente em relação à última década.

A reapresentação do time paranista será fechada à imprensa, mas a diretoria não trará grandes novidades e dará o pontapé inicial da temporada não do jeito que gostaria, sobretudo por conta da dificuldade para renovar os contratos dos seus principais jogadores.

O meia Renatinho, destaque no ano passado, não se apresentará no clube segundo o seu empresário, Nenê Zini. Na semana passada, as conversas não avançaram para a definição da renovação do contrato do camisa 10 com o Paraná Clube e a situação do jogador segue indefinida.

Outros dois jogadores importantes também não acertaram a permanência ainda. O goleiro Richard depende do Água Santa para saber se permanecerá no Tricolor, mas já demonstrou interesse em continuar por mais um ano. O caso do zagueiro Iago Maidana é o mais complicado. O defensor tem contrato com o São Paulo até setembro deste ano e o retorno ao Paraná só seria possível se ele renovasse seu contrato. No entanto, a extensão do vínculo com o tricolor do Morumbi já foi descartada pelo defensor.

Apesar das dificuldades para conseguir segurar seus principais jogadores, a diretoria foi ao mercado. Diversos jogadores que, em 2017, foram titulares e ajudaram o clube a conquistar o acesso à primeira divisão foram embora, como o lateral-direito Cristovam, o zagueiro Eduardo Brock, o volante Gabriel Dias, o meia João Pedro e o atacante Robson.

Assim, diante deste cenário de desmanche, o Paraná Clube já acertou a contratação de cinco reforços. O goleiro Luis Carlos, ex-Vila Nova e que já defendeu o Tricolor, os zagueiros Charles, ex-Joinville, e Neris, ex-Sport, o volante Alex Santana, que defendeu o clube em 2017 e pertence ao Internacional, e o atacante Diego, que também vem do Colorado gaúcho, são as novidades na equipe até agora. Porém, nenhum ainda confirmado oficialmente.

O técnico Wagner Lopes, que retornou ao clube depois de um período no futebol japonês, terá apenas duas semanas para preparar o time para a estreia no Campeonato Paranaense, diante do União, em Francisco Beltrão. Além do tempo escasso, o treinador ainda terá o elenco em reformulação para colocar o Tricolor competitivo em campo para o pontapé inicial da temporada de 2018, que marcará o retorno do time paranista à primeira divisão do futebol brasileiro.