Autor do gol que garantiu um ponto ao Paraná Clube no empate em 1×1 com o Botafogo no último domingo (12), o volante Alex Santana tratou de isentar o técnico Rogério Micale de qualquer responsabilidade sobre a situação complicada que vive o time no Campeonato Brasileiro. O Tricolor é o lanterna da competição, com 14 pontos somados em 18 rodadas e venceu apenas três partidas até aqui.

“O Micale dá as ferramentas. A culpa não é dele, mas dos jogadores. Ele treina diariamente e nem sempre a gente executa o que ele pede durante os jogos. Acredito que a culpa é nossa, e não do Micale”, falou Alex Santana após a partida.

Elogiado pelo técnico por ter mostrado um perfil de não desistir, e de ter tentado o gol mesmo dentro do cenário improvável do jogo, Alex Santana acredita que cada jogador precisa, neste momento, ‘assumir a bronca‘ e chamar a responsabilidade dentro de campo.

“Cada um tem que puxar isso pra si. Eu gosto muito que ficar com a bola, não penso em me livrar dela rápido. No momento difícil, o jogador precisa puxar a responsabilidade. Puxei essa responsabilidade e consegui marcar o gol”, explicou o atleta.

Confira a tabela e a classificação do Brasileirão!

O próximo compromisso do Tricolor é diante do Internacional, no próximo domingo (19), a partir das 11h no Estádio Beira Rio. Alex Santana não estará em campo porque recebeu seu terceiro cartão amarelo e cumprirá suspensão automática. Porém, ainda que estivesse liberado para atuar, não jogaria. Isso porque o volante pertence ao time gaúcho e por questões contratuais está proibido de enfrentar o Colorado.