Um erro fatal. É assim que o Paraná Clube vê o lance que originou o gol do Corinthians, decisivo para a derrota deste sábado (25), em Itaquera. A bobeada na marcação permitiu que Henrique acertasse a cabeçada que venceu Richard e resolveu o jogo, deixando o Tricolor preso na lanterna do Campeonato Brasileiro.

Confira como foi o jogo no nosso Tempo Real!

“Eu fiquei satisfeito com o rendimento do time, mas não estamos em fase de ficar satisfeito. Precisamos vencer, de qualquer jeito”, resumiu o técnico Claudinei Oliveira, que pede “erro zero” para o Paraná. “Nós tivemos duas falhas. Primeiro dando a bola para o Corinthians no lateral, e depois no escanteio. E errar contra um adversário desses é fatal. Nós tivemos um bom primeiro tempo, mas erramos”, comentou.

TAMBÉM NA TRIBUNA: Conheça o novo shopping de Curitiba!

Para o treinador, a falta de qualidade ofensiva no segundo tempo passa também pelo nervosismo. “É natural, o time se desorganiza. A gente tentou, mas não conseguiu. Ficamos desse jeito porque tentamos buscar o gol”, comentou Claudinei, que mesmo na derrota valorizou o esforço da equipe. “Pela qualidade dos adversários e pelo que demonstramos, acho que estamos evoluindo. Mas temos que vencer, mesmo que seja jogando feio. Melhor que seja atuando bem, mas nesse momento nem dá para pensar nisso”, admitiu.

Veja a tabela e a classificação do Campeonato Brasileiro!

O técnico paranista também falou sobre a dificuldade que a equipe tem na bola parada – sofre na defesa e não marcou nenhum gol assim no Campeonato Brasileiro. “A diferença que a bola parada faz é gigante. O Corinthians tem o Jadson, que coloca a bola em qualquer lugar. E deixar o Henrique livre é pedir para ele marcar. E lá na frente, não adianta cobrar e ninguém subir cabecear. Melhor sair tocando a bola”, reclamou Claudinei Oliveira.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!