Faltam 13 jogos. E apenas uma transformação, hoje infelizmente improvável, pode salvar o Paraná Clube do cada vez mais nítido rebaixamento para a segunda divisão. Diante dos reservas do Grêmio, o time perdeu neste sábado (15) por 2×0 em Porto Alegre. Foi a 11ª partida seguida sem vitória, numa triste caminhada que parece sem volta.

+ Veja mais: Confira como foi o jogo no nosso Tempo Real!

Com três volantes e mais Caio Henrique, o Tricolor tinha o objetivo claro de impedir que os donos da casa jogassem. “Precisamos de um time equilibrado”, disse antes da partida Luciano Gusso, que ficava no banco de reservas porque Claudinei Oliveira cumpria suspensão automática. E seria natural que os gaúchos iniciassem pressionando. Foi o que aconteceu, com os visitantes sendo ‘espremido’ no seu campo de defesa.

Alisson foi um dos destaques do Grêmio. Foto: Raul Pereira/Estadão Conteúdo
Alisson foi um dos destaques do Grêmio. Foto: Raul Pereira/Estadão Conteúdo

E com Richard obrigado a trabalhar. Aos 12 minutos, a jogada de Juninho Capixaba chegou em Thonny Anderson, que chutou forte para boa defesa do goleiro paranista. O plano ia funcionando na medida do possível, a metade do primeiro tempo passou sem gols. Faltava sair do sufoco, manter a posse de bola mais à frente. O Grêmio ficava com o domínio, e acabava rondando muito a área tricolor.

A partida seguiu nessa toada até o intervalo. Eram os donos da casa pressionando, Richard trabalhando e o Paraná arriscando muito pouco. Aos 36 minutos, a melhor chance do jogo, na tentativa de Alisson que o goleiro tricolor defendeu com muito reflexo. Apesar de quase ser um ataque contra defesa, a etapa inicial terminava no 0x0 – apesar de tudo, era um bom resultado.

No segundo tempo, nada mudou. Alisson e Thonny Anderson criaram chances claras, mas desperdiçaram. E aos 7 minutos, Igor derrubou Alisson na área. Douglas bateu mal, no meio do gol, mas o camisa 1 tricolor escolheu o canto esquerdo e a bola entrou. A sensação de que o gol do Grêmio aconteceria a qualquer momento se tornou realidade.

+ Confira: Veja a tabela e a classificação do Campeonato Brasileiro!

Com a casa arrombada, Luciano Gusso resolveu mexer. Maicosuel e Ortigoza entraram nos lugares do apagado Torito e do nulo Grampola. Só que aos 18 minutos os gaúchos ampliaram, com Juninho Capixaba cabeceando e encobrindo Richard. Foi o golpe fatal, quando o jogo se decidiu. A partir daí, apesar de mais um atacante (Felipe Augusto) ter entrado no Paraná, o único objetivo era evitar sofrer mais gols. E mais um jogo se passou, mais uma chance de provar que ainda é possível foi perdida.

Ficha técnica

BRASILEIRÃO
2º Turno – 25ª Rodada

GRÊMIO 2×0 PARANÁ CLUBE

Grêmio
Paulo Victor; Léo Moura, Marcelo Oliveira, Paulo Miranda e Juninho Capixaba; Kaio, Matheus Henrique, Alisson (Marinho) e Douglas (Jean Pyerre); Pepê (Everton) e Thonny Anderson.
Técnico: Renato Gaúcho

Paraná Clube
Richard; Júnior, Renê Santos, Rayan e Igor; Leandro Vilela, Torito González (Maicosuel), Alex Santana, Caio Henrique e Nadson (Felipe Augusto); Rafael Grampola (Ortigoza).
Técnico: Claudinei Oliveira

Local: Arena (Porto Alegre-RS)
Árbitro: Igor Junior Benevenuto (MG)
Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira (MG) e Ricardo Junio de Souza (MG)
Gols: Douglas 8 e Juninho Capixaba 18 do 2º
Cartões amarelos: Marcelo Oliveira (GRE); Igor (PR)
Renda: R$ 481.246,00
Público pagante: 18.440
Público total: 20.198