paranaense

O Londrina está na final da Taça Caio Júnior. Depois de 90 minutos pegados e intensos, que terminaram empatado em 1×1 na Vila Capanema, neste domingo (25), o Tubarão garantiu a vaga na decisão após derrotar o Paraná Clube por 4×2 nos pênaltis. O herói foi Alan, que pegou duas cobranças de pênaltis e foi decisivo ao longo de toda a partida, com grandes defesas.

Agora, a equipe aguarda o vencedor de Atlético x Maringá, que jogam neste domingo (25), às 20h, na Arena da Baixada, para conhecer o adversário e o local da final.

Confira como foi o jogo no Tempo Real da Tribuna!

O jogo começou com muita movimentação dos dois lados. Logo no primeiro minuto, o atacante Carlos Henrique sofreu falta e, na cobrança, mandou a bola à direita do goleiro Richard. O Tubarão tentava criar oportunidades, mas o Paraná Clube era rápido e subia ao ataque para tentar abrir o placar com mais frequência que o adversário. Carlos Eduardo e Diego Gonçalves tiveram a chance de marcar, mas desperdiçaram.

Com 15 minutos de partida uma baixa importante no Tricolor. Carlos Eduardo, que vinha de jogos em que marcou gols importantes, sentiu uma fisgada na coxa esquerda e deixou o jogo precocemente. Após a perda, o time sentiu a ausência do meia e permitiu que o Londrina crescesse no jogo. Aos 28, um lance inacreditável. Carlos Henrique fez grande jogada, deslocou Richard, driblou o marcador paranista e chutou, mas Marcio tirou quase em cima da linha.

Instantes depois, veio o gol do Londrina. Aos 31, Thiago Primão roubou a bola e tocou para Marcelinho, que carregou pela direita e cruzou para Wesley, que, de cabeça, abriu o placar.

Duelo entre Tricolor e Tubarão foi bem disputado, com as duas equipes criando boas chances de gol. Foto: Jonathan Campos
Duelo entre Tricolor e Tubarão foi bem disputado, com as duas equipes criando boas chances de gol. Foto: Jonathan Campos

O jogo estava tão intenso que, três minutos depois, o time paranista teve boa oportunidade de empatar, quando Robertou desviou a bola com a mão na área e o árbitro marcou pênalti. Diego Gonçalves foi para a cobrança e, assim como já tinha feito em outras ocasiões, tentou a paradinha para tentar deslocar o goleiro, mas Alan se manteve firme ao centro da meta e o atacante se perdeu e mandou a bola por cima.

No segundo tempo o Paraná Clube entrou disposto a correr atrás do placar. Logo aos 8 minutos, Thiago Santos tocou de calcanhar para Matheus Pereira, que chutou à queima-roupa, mas Alan defendeu. Aos 19, após escanteio, Thiago Santos tentou, mas a bola passou à esquerda da meta dos londrinenses.

O final da partida foi marcado pela pressão do Tricolor, que tentava a todo custo mandar a bola para a pequena área. Porém, por mais que tentasse, faltava qualidade na finalização. Ao mesmo tempo, o Londrina, seguro na defesa, explorava os contra-ataques e teve duas boas chances de marcar o segundo, mas Carlos Henrique e Anderson Leite mandaram para fora.

Como diz o ditado, “água mole em pedra dura tanto bate até que fura”, o Paraná Clube, de tanto insitir, achou o gol que tanto buscava. Aos 36, após grande jogada, Diego Gonçalves cruzou e Vitor Feijão se jogou para, de carrinho, mandar para o fundo das redes. 1×1 no confronto e vaga decidida nos pênaltis.

Aí, brilhou mais uma vez a estrela do goleiro Alan, que pegou as cobranças de Matheus Pereira e Diego Gonçalves e ajudou o Tubarão a vencer por 4×2 e chegou à decisão.

FICHA TÉCNICA

CAMPEONATO PARANAENSE
Taça Caio Júnior – Semifinal

PARANÁ CLUBE (2) 1×1 (4) LONDRINA

Paraná Clube
Richard; Alemão, Márcio, Rayan e Mansur; Leandro Vilela (Zezinho), Wesley e Carlos Eduardo (Matheus Pereira); Diego, Marcelo Baez (Vitor Feijão) e Thiago Santos.
Técnico: Rogério Micale

Londrina
Alan; Lucas Ramon, Del’Amore, Lucas Costa e Roberto; Lorenzi, Romisson, Marcelinho (Gustavo Tocantins) e Thiago Primão (Patrick); Wesley (Anderson Leite) e Carlos Henrique.
Técnico: Marquinhos Santos

Local: Vila Capanema[
Árbitro: Edivaldo Elias da Silva
Assistentes: Luiz Henrique de Sousa Santos Renesto e Weber Felipe Silva
Gols: Wesley, 31 do 1º; Vitor Feijão, 36 2º
Cartões amarelos: Leandro Vilela, Matheus Pereira (PAR); Marcelinho, Lorenzi (LON)
Público pagante: 4.330
Público total: 5.156
Renda: 128.890,00