O Paraná Clube mais uma vez mostrou problemas. E mais uma vez isto foi decisivo na derrota deste sábado (10) para o Vitória por 2×0, no Barradão, em Salvador. Com dificuldades ofensivas e falhando na defesa, o Tricolor não conseguiu resistir ao até então lanterna do Campeonato Brasileiro da Série B. Com o resultado, a equipe cai para o oitavo lugar, e ainda pode perder mais duas posições até o final da rodada.

+ Confira como foi o jogo no nosso Tempo Real!

A partida começou bastante movimentada. Com o Vitória desesperado pelo resultado e o Tricolor lutando pela entrada no G4, havia interesse dos dois lados em atacar. Os baianos tiveram boas chances, ameaçando Thiago Rodrigues. Mas os visitantes também chegaram, com Rodrigo Porto e principalmente com Ramon, que obrigou Martín Rodriguez a fazer uma ótima defesa.

Só que uma bobeada foi fatal. Aos 25 minutos, Capa cruzou da esquerda, Eduardo Bauermann e Rodolfo falharam e Jordy Caicedo, fazendo sua estreia com a camisa rubro-negra, chutou forte, à queima-roupa. Os donos da casa estavam na frente. A partir do gol do Vitória, o Paraná passou a ter mais a posse de bola. Faltava, no entanto, mais presença perto do gol.

E faltava também atenção. Aos 39, numa saída errada, Anselmo Ramon roubou a bola de Eduardo Bauermann e cruzou para Wesley, que não marcou na cabeçada, mas aproveitou o rebote para ampliar a vantagem. Até o final do primeiro tempo, o Tricolor claramente sentiu o baque, e não conseguiu produzir nada.

Matheus Costa decidiu fazer duas alterações para a etapa final. Luan entrou para reforçar a marcação no meio-campo e Rafael Furtado passou a ser o centroavante. João Pedro era muito marcado, o que prejudicava a criação paranista. Quem mais tentava era Guilherme Santos, novamente o melhor jogador tricolor em campo. E foi ele que teve a primeira chance de perigo, aos 6 minutos, cabeceando por cima do gol.

+ Confira a classificação da Série B!

O Paraná tinha mais posse e mais presença no campo ofensivo, mas não transformava esses fatores em oportunidades. Alesson foi a última aposta de Matheus Costa, numa tentativa de fazer a equipe ser mais agressiva. O time cresceu, Rafael Furtado e Alesson tiveram ótimas chances – ambos cabecearam sozinhos, e ambos cabecearam para fora. E, mais uma vez irregular, o Tricolor não conseguiu acabar com seus jejuns, novamente perdendo e novamente sem marcar um gol sequer.

Ficha técnica

SÉRIE B
1º Turno – 15ª Rodada

VITÓRIA 2×0 PARANÁ CLUBE

Vitória
Martín Rodríguez; Matheus Rocha, Ramon, Everton Sena e Chiquinho (Capa); Baraka, Lucas Cândido e Felipe Gedoz (Gabriel Bispo); Wesley, Anselmo Ramon (Eron) e Jordy Caicedo.
Técnico: Carlos Amadeu

Paraná Clube
Thiago Rodrigues; Léo Príncipe, Eduardo Bauermann, Rodolfo e Guilherme Santos; Luiz Otávio (Luan), Fernando Neto e João Pedro; Rodrigo Porto, Caio Monteiro (Alesson) e Ramon (Rafael Furtado).
Técnico: Matheus Costa

Local: Barradão (Salvador-BA)
Horário: 19h
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Silbert Faria Sisquim (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)
Gols: Caicedo 25 e Wesley 39 do 1º
Cartões amarelos: Matheus Rocha, Eron (VIT); Guilherme Santos (PR)