Na semana em que fará mais um confronto direto na luta contra o rebaixamento, o Paraná Clube teve uma semana um pouco diferente. O time paranista, acostumado a abrir seus treinos todos os dias à imprensa, decidiu ficar mais resguardado para o duelo contra o Ceará, neste domingo (5), às 16h, na Vila Capanema. Isto porque o Tricolor, depois das duas derrotas sofridas fora de casa, para Atlético-MG e Palmeiras, tem a obrigação de vencer o duelo de seis pontos diante do Vozão.

“Realmente é um momento de se recolher um pouco e continuar trabalhando, trabalhando mais, inclusive. Sabemos que os dois últimos resultados não foram aquilo que teríamos a esperança de acontecer. Nós estamos cientes daquilo que lutamos no campeonato. Falei desde o primeiro dia que seria muito difícil e precisaria do apoio de todos. Ainda estamos muito vivos na competição e só depende da gente. É momento de reerguer o grupo, conversar muito e a cobrança interna sempre existe. Ninguém quer mais o resultado do que a gente e uma boa classificação reflete na carreira de todos”, apontou o técnico Rogério Micale.

O comandante paranista sabe da missão difícil que tem pela frente e acredita que se o Paraná Clube conseguir passar por esses momentos de turbulência, chegará até o final do Brasileirão lutando contra o rebaixamento.

“Ninguém aqui prometeu algo que não tivesse a possibilidade de cumprir, como visualizar uma Libertadores. Sempre fui direto e claro com o torcedor. Cabe a nós, no Paraná, saber lidar com esses períodos de estresse, de grande turbulência. Precisamos saber passar por ele. É preciso ter muita maturidade e tranquilidade para passar por isso. A gente vai escapar. Tenho convicção disso e por isso estou aqui. Temos grandes chances se soubermos administrar esses momentos”, concluiu o treinador.

Confira a classificação completa do Brasileirão

O Tricolor, mesmo que consiga vencer o Ceará, não conseguirá sair da zona de rebaixamento. O time paranista tem 13 pontos e a Chapecoense, primeiro time fora do Z4, tem 17. No entanto, em caso de derrota, assumirá a lanterna, já que o Vozão tem dois pontos a menos na classificação e atualmente ocupa a última posição.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!