Com apenas três gols marcados em seis rodadas do Campeonato Brasileiro, o ataque do Paraná Clube tem deixado a desejar. Apesar das chances criadas, exaltadas em diversas entrevistas pelo técnico Rogério Micale, a falta de pontaria tem prejudicado o Tricolor em busca da permanência na Série A.

Porém, essa fase de escassez de gols não é de agora. Desde o início do ano, a equipe paranista não tem sido eficiente em balançar as redes adversárias.

O Paraná Clube é o que tem o pior aproveitamento ofensivo na temporada entre os 20 times na elite do futebol brasileiro. São 19 gols em 19 partidas até o momento. Como foram 25 vezes que foi vazado, o saldo é de -6. O primeiro time do ranking em eficiência quando o assunto é bola na rede é o Cruzeiro, que marcou 44 gols em 26 partidas.

Sem nenhum matador na temporada, os gols marcados até aqui pelo Tricolor estão distribuídos entre seus jogadores, sendo que dois deles sequer continuam no elenco. Quem mais conseguiu assinalar com a camisa paranista neste ano é o meia Diego Gonçalves, que marcou quatro vezes.

Apesar de ser o atleta com o maior número de gols pela equipe este ano, o jogador não é visto com bons olhos pelos torcedores e não vem sendo aproveitado. Ele foi muito questionado após perder dois pênaltis na partida contra o Londrina, na semifinal da Taça Caio Júnior. Nas duas cobranças, ele tentou a famosa ‘paradinha‘, facilitando a vida do goleiro Alan. Com as cobranças desperdiçadas, o Paraná Clube ficou de fora da decisão do título.

Outros jogadores que vieram para serem artilheiros, como Carlos Eduardo e Thiago Santos, marcaram duas vezes até agora. Os outros 11 gols do time foram feitos por Alemão, Carlos, Felipe Augusto, Jhonny Lucas, João Paulo, Mansur, Marcelo Baez, Neris, Silvinho, Vitor Feijão e Zezinho. Desses, João Paulo e Felipe Augusto já não fazem mais parte do elenco.

Confira a classificação completa do Brasileirão

Destaque do time, mesmo com as seguidas derrotas, o atacante Silvinho espera que essa falta de gols acabe em breve. “Infelizmente estamos perdendo algumas oportunidades de gol e também tomando alguns gols que não poderíamos tomar”, explicou o jogador, que, na derrota por 3×1 para o Santos, na última rodada, citou a falta de atenção do time como fator crucial para resultado.

Agora, ele espera que o Tricolor consiga aumentar a estatística de gols feitos já na partida contra o Grêmio, domingo, às 16h, na Vila Capanema.

“Vamos tentar vencer de qualquer maneira. Nas chances que tivermos, temos que fazer. O time todo tem se cobrado, vamos melhorar”, finalizou Silvinho.