Na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro desde a segunda rodada, o Paraná Clube tem a chance de deixar a área de risco da competição nacional caso vença o Atlético-MG nesta quarta-feira (25), às 21h, na Arena Independência, em Belo Horizonte. A missão não será das mais fáceis, já que encara um dos melhores times do Brasil, fora de casa. Além de vencer, o time precisa torcer para que de América-MG, Vitória, Santos e Chapecoense, pelo menos dois tropecem nesta rodada.

O Paraná, na verdade, terá uma sequência complicada pela frente. Ainda sem vencer nos domínios dos adversários, o time paranista, além do Galo, terá pela frente o Palmeiras, domingo, em São Paulo. No entanto, o Tricolor confia na boa fase e na retomada da confiança depois da vitória conquistada sobre o América-MG, no último domingo, para trazer pontos na bagagem.

“A última vitória nos traz muita confiança, estamos evoluindo e aos poucos encontrando a melhor forma de atuar e manter uma sequência de bons resultados. Temos que manter a concentração pra esse jogo muito importante”, apontou o lateral-esquerdo Mansur, que deve ser mantido entre os titulares.

O jogador, na verdade, conhece bem o adversário. Mansur já atuou pelo time atleticano e conhece os atalhos para o Paraná Clube conseguir voltar de Belo Horizonte com um grande resultado. O time paranista terá pela frente um adversário que vem pressionado pelas duas derrotas sofridas na retomada do Brasileirão pós Copa do Mundo. Momento de o Tricolor aproveitar para conseguir a primeira vitória fora de casa e sair da zona de rebaixamento da Série A.

“Jogar contra o Atlético é sempre muito difícil, temos consciência disso. O Micale passou por lá assim como eu e saberá nos passar o que for preciso pra fazer um bom jogo. É sempre importante pontuar fora de casa e faremos o possível pra isso. Estamos em um momento bom e queremos melhorar”, reforçou Mansur.

Nesses dois compromissos contra times que estão lutando na parte de cima classificação, o Paraná vai tentar acabar com seu retrospecto ruim como visitante. O Tricolor é o terceiro pior neste quesito com apenas um ponto somado em seis partidas, totalizando rendimento de somente 5%. Apenas América-MG e Bahia estão atrás do time paranista como os piores visitantes do Brasileirão.

Para finalmente vencer a primeira partida fora, o técnico Rogério Micale será obrigado a mudar a equipe paranista. O zagueiro Rayan, que cumpriu suspensão diante do América-MG, segue fora, agora por conta de edema no músculo posterior da coxa. Assim, o lateral-esquerdo Igor seguirá na zaga ao lado de Cléber Reis, e Mansur será mantido na lateral-esquerda. O zagueiro Renê Santos, recém contratado, também fica à disposição, já que o nome do atleta apareceu no Boletim Informativo Diário (BID) nesta terça-feira (24).

O meio de campo do Paraná terá novamente o volante Leandro Vilela e os meias Caio Henrique e Nadson. A dúvida principal está no ataque. Por força de contrato, o atacante Carlos está fora da partida. Léo Itaperuna e Raphael Alemão disputam a vaga para formar o trio ofensivo do Tricolor junto com os atacantes Silvinho e Rodolfo.

BRASILEIRÃO – SÉRIE A
1° Turno -15ª Rodada

Atlético-MG x Paraná Clube

Atlético
Victor; Patric, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; José Welison, Elias, Lucas Cândido (Tomás Andrade), David Terans e Chará; Ricardo Oliveira.
Técnico: Thiago Larghi

Paraná Clube
Thiago Rodrigues; Júnior, Cléber Reis, Igor e Mansur; Leandro Vilela, Caio Henrique e Nadson; Silvinho, Rodolfo e Léo Itaperuna (Raphael Alemão).
Técnico: Rogério Micale

Local: Arena Independência (Belo Horizonte)
Horário: 21h
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Mauricio Coelho Silva Penna (RS)