Com um futebol abaixo da crítica e com eliminações do Campeonato Paranaense e da Copa do Brasil, o Paraná Clube entra para a disputa do Brasileirão com a difícil missão de permanecer na elite do futebol nacional. Os números provam a árdua meta. Dentre os times que disputam a Série A, o Tricolor tem o segundo pior rendimento. Além disso, até agora, em 2018, o time paranista não enfrentou nenhum adversário que chegue próximo dos desafios que o clube vai ter pela frente no Brasileirão.

Os principais adversários que estiveram no caminho do Tricolor, até agora, foram Coritiba, Atlético e Londrina. O Tricolor não conseguiu vencer o Tubarão e o time alternativo do Furacão. Já diante do Coxa, que também vem encontrando sérias dificuldades neste início de ano, o time paranista teve dificuldades para vencer o rival dentro da Vila Capanema.

Na Copa do Brasil, o Paraná foi eliminado na segunda fase para o modesto time do Sampaio Corrêa, do Maranhão. Na estreia na competição nacional, o Tricolor enfrentou dificuldades e por pouco não acabou saindo da disputa diante do URT, de Patos de Minas. Jogando na casa do adversário, o time paranista conseguiu o empate nos acréscimos e evitou um vexame logo na primeira etapa do torneio.

Fase ruim

Em que pese ter melhorado sua performance com o técnico Rogério Micale, a equipe ainda tem o segundo pior aproveitamento no ano entre os times da Série A. Nos 14 jogos disputados, o Tricolor conseguiu cinco vitórias, cinco empates e quatro derrotas, com apenas 47% de rendimento. O time paranista só é pior que o Santos, que tem 45% de aproveitamento nos 17 jogos que realizou neste ano.

O Santos teve, por enquanto, um caminho muito mais difícil que o do Paraná Clube em 2018. Envolvido na Libertadores da América, o time também disputou o Campeonato Paulista, que é a competição estadual mais forte do Brasil. Até pela qualidade do time santista, a expectativa é de que o clube consiga melhores resultados daqui em diante, especialmente na disputa do Brasileirão.

Fecham o grupo dos quatro times com pior desempenho em 2018 que disputam a Série A o Botafogo, com 48% de rendimento, e o Grêmio, que tem atualmente aproveitamento de 49%. Enquanto o time carioca vai entrar no Brasileirão para, primeiramente, não ser rebaixado, o tricolor gaúcho deve brigar novamente por títulos neste ano. A campanha ruim pode ser justificada pelo uso de uma equipe reserva no começo do Campeonato Gaúcho.

Pra frente

O Paraná Clube, agora, terá que olhar para frente. Mesmo tendo contratado um grande número de jogadores, o elenco precisa ser reforçado para jogar a Série A. O técnico Rogério Micale, que conseguiu um rendimento melhor desde que assumiu o time paranista há pouco mais de um mês, nunca escondeu que o grande objetivo do clube é conseguir a permanência na primeira divisão do futebol brasileiro.

Talvez o grande objetivo do Tricolor, no início do Brasileirão seja resgatar novamente o torcedor paranista, que andou afastado da Vila Capanema neste primeiro trimestre. Muito pelos resultados ruins e pelas atuações abaixo da média do Tricolor diante de adversários que disputam o Campeonato Paranaense.