O duelo deste domingo, diante do Santos, às 19h, na Vila Belmiro, será especial para o meia Caio Henrique, do Paraná Clube. Revelado nas categorias de base do Peixe, o jogador voltará à Baixada Santista pela primeira vez desde que deixou seu clube de origem. Emoções à parte e deixadas de lado, o camisa 10 do Tricolor não vê a hora de entrar em campo e ajudar o time paranista a conquistar sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro.

“Tenho um carinho muito especial pelo Santos. Foi o time que me formou, é a minha casa, mas hoje eu defendo as cores do Paraná Clube. Vou fazer o possível para ajudar o nosso time a conquistar os três pontos”, declarou Caio Henrique, que vai reencontrar velhos amigos no duelo deste domingo.

“Conheço vários jogadores que estão lá e fizeram a base comigo. O Gabigol, o Daniel Guedes, o Arthur, alguns meninos que estão no banco. A Vila Belmiro é muito especial e fez parte da minha vida. Todos os dias indo treinar, trocando nos vestiários da Vila. Será muito gratificante para mim e para a minha família poder voltar”, emendou.

Confira a tabela e a classificação do Brasileirão!

Do outro lado, o Paraná Clube terá pela frente o Santos em crise. O Peixe vem de uma goleada sofrida por 5×1 para o Grêmio, fora de casa. Para Caio Henrique, o time paranista precisa aproveitar esse momento de instabilidade e de pressão sobre o adversário para conseguir os três pontos.

“Eles jogam em casa depois da partida contra o Grêmio. A torcida espera um bom jogo deles e a gente tem que tirar proveito disso. Tentar jogar o time deles contra a torcida, fazendo um bom jogo. O Santos vem de derrota e isso dificulta para eles. Eles podem entrar nervosos contra a gente. A responsabilidade é toda deles e temos que entrar calmos, fazer nosso trabalho para sair com os três pontos”, arrematou Caio Henrique.