Na derrota do Paraná para o Botafogo, na última quarta-feira (26), pela Copa do Brasil, por 2 a 1, mais uma vez na temporada, um jogador da defesa paranista assinalou um gol. O zagueiro Thales, aos 10 do segundo tempo, balançou as redes. A dupla de zaga do Tricolor, que se completa com Fabrício, soma cinco gols na temporada, superando os número individuais dos artilheiros da equipe.

Enquanto o capitão Fabrício tem três gols até aqui em 18 jogos, dois pelo Campeonato Paranaense e um pela Copa do Brasil, o camisa 3, Thales, tem dois em 19 partidas, ambos pela disputa nacional. Os gols dos dois jogadores, aliás, foram imprescindíveis para a virada histórica diante do Bahia de Feira de Santana, por 3 a 2, após os 46 minutos da segunda etapa, na segunda fase da competição.

O aproveitamento no quesito “bola na rede” faz os defensores ficarem “colados” com os goleadores. Os artilheiros do Tricolor no ano são o meia Renan Bressan, com quatro gols em 12 partidas, e o atacante Andrey, também com quatro gols, mas em 14 confrontos. Na segunda colocação está Fabrício e, na sequência, Thales divide com os atacantes Bruno Gomes e Thiago Alves, e o meia-atacante Robson, a terceira posição, com dois gols cada um. O último já deixou o clube.

Grupo consistente

O técnico Allan All demonstra confiança na dupla de zaga. Prova disso é que os camisas 3 e 4 são cativos entre os titulares e ficaram de fora em poucos dos 22 jogos do time no ano.

+ Confira a tabela completa da Série B!

Não só a defesa tem a segurança do treinador, que elogiou todo o elenco mesmo depois da eliminação para o Botafogo, na Vila Capanema. O comandante aprovou o desempenho do time, o esforço de todos para contribuir com a equipe, e acredita que a evolução poderá render frutos até o final da Série B.

“A entrega desses jogadores vem sendo diária, poucas vezes vi algo assim. Fico muito feliz pela demonstração de coletividade. Esses jogadores vão alcançar algo grande”, disse às rádios Banda B e Transamérica.

+ Mais do Tricolor:

+ Ex-técnico do Paraná testa positivo para coronavírus
+ Paraná esquece Copa do Brasil e volta foco pra Série B: “Time a ser batido”
+ Fabrício vê superioridade do Paraná contra o Botafogo e lamenta chances claras


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?