Está cada vez mais distante do Paraná Clube o sonho do acesso à Primeira Divisão. Em mais uma jornada muito ruim, o time perdeu para o Luverdense por 2×0, ontem, no Estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde e caiu para a 13ª posição. Pior do que isso, o Tricolor, que volta à campo diante do Mogi Mirim, sábado, fora de casa, está agora 12 pontos atrás do Vitória, que é o primeiro time que abre o G4.

Em uma das piores apresentações sob o comando do técnico Fernando Diniz, o Paraná saiu no lucro no primeiro tempo. Pouco inspirado ofensivamente e abusando das saídas de bola na defesa, o Tricolor foi facilmente dominado pelo Luverdense, que criou as melhores chances de marcar. Por duas vezes, o time mato-grossense chegou perto de abrir o placar, mas os chutes de Muralha e Paulinho acertaram a trave do goleiro Felipe Alves. O Tricolor, por sua vez, sentiu demais as ausências do volante Fernandes e do lateral-esquerdo Rafael Carioca e praticamente não assustou o goleiro Edson.

A bronca do técnico Fernando Diniz no intervalo não adiantou e o Paraná, sonolento, tomou o primeiro gol logo aos 3 minutos. No cruzamento perfeito de Da Mata, Diego Rosa cabeceou no canto e venceu Felipe Alves. O Tricolor respondeu e, na sua melhor chance, Hélder lançou e Henrique, na cara do gol, bateu em cima do goleiro Edson.

Aos 21 minutos, depois da falha defensiva do Tricolor, Diego Rosa chutou e a bola parou no travessão. Sem inspiração, o Tricolor voltou a falhar e, na saída de bola errada de Hélder, aos 46 minutos, Diego Rosa recebeu livre, marcou o segundo e definiu a vitória.

Time erra muito

Errando muitos passes, sem poder de fogo e falhando na marcação, o Paraná Clube teve, na derrota sofrida para o Luverdense por 2×0, ontem à noite, fora de casa, uma das suas piores atuações nesta Série B. O elenco paranista reconheceu a atuação ruim no interior do Mato Grosso e cobrou uma reação rápida se quiser ainda sonhar com voos mais altos dentro da competição.

“Nada deu certo. Não conseguimos jogar. Falhamos na marcação e acabamos tomando dois gols. Temos agora que levantar a cabeça e partir para o próximo jogo”, resumiu o meia Rafael Costa, que também não repetiu as últimas boas atuações.

“Jogamos pouco e muito abaixo daquilo que podemos jogar, por isso veio a derrota. Desde o início a gente teve a chance de encaixar os contra-ataques, mas demos espaços na marcação e precisamos corrigir isso rápido”, concluiu o lateral-direito Ricardinho.

Veja mais lances do jogo de ontem do Tricolor!