De novo com seis pontos apenas de vantagem para a zona de rebaixamento da Série B, o Paraná Clube pode encaminhar de vez a sua permanência na Segunda Divisão no duelo contra o Joinville, neste sábado (15), às 16h, na Arena Joinville, em Santa Catarina. Se para o adversário, vice-lanterna da Segundona, a partida é decisiva e servirá como um divisor de águas para a reta final da competição nacional, o Tricolor vai procurar atuar com muita inteligência para voltar para casa com pontos na bagagem e mais longe da área perigosa do certame.

“A gente sabe, pela experiência que temos dentro da competição, que vai ser o jogo da vida do Joinville. Não tenho menor medo de errar ao dizer que a parte técnica e tática nesse jogo ficará em segundo plano. A gente sabe da tradição e da estrutura do Joinville e nesse jogo o emocional, a vontade e o querer estarão acima de qualquer situação. Por isso, é importante ter uma equipe compacta, com o meio de campo bem preenchido para não dar espaços para o Joinville gostar do jogo”, explicou o técnico Roberto Fernandes.

Por isso, o comandante paranista e, sobretudo por conta dos cinco desfalques que terá para esse jogo (goleiro Marcos, zagueiros Leandro Silva e Pitty, meia-atacante Diego Tavares e atacante Fernando Karanga, todos suspensos), modificou a estrutura tática do Tricolor para encarar o JEC. Assim, a defesa paranista terá Wendell Péricles no gol, Lucas Taylor na lateral-direita e o zagueiro Zé Roberto, que fez apenas um jogo na Série B, atuando na zaga ao lado de Alisson. Na lateral-esquerda, Rafael Carioca segue entre os titulares.

O treinador decidiu colocar em campo um meio de campo mais compacto e utilizará três volantes no setor de contenção e dois meias na criação das jogadas. Assim, com a proposta de ter uma equipe segura na defesa e jogar nos contra-ataques, Roberto Fernandes optou pela utilização dos volantes Anderson Uchôa, Fernandes e Wellington Reis, além dos meias Nádson e Murilo. Na frente, o atacante Lúcio Flávio atuará mais isolado.

O zagueiro Zé Roberto, que volta a ter uma oportunidade entre os titulares, cobra muita inteligência do time paranista para conseguir voltar para Curitiba com um bom resultado. “Temos que fazer um jogo de bastante inteligência. Pelas notícias, eles estão bastante pressionados pela torcida. Temos que ter cautela em alguns momentos, mas nunca deixar de igualar na vontade. A gente precisa somar pontos nesse confronto e não deixar para pontuar em tarefas mais árduas depois. Temos que aproveitar e fazer o resultado agora para sair dessa situação”, finalizou o defensor.

FICHA TÉCNICA

SÉRIE B
2º Turno – 31ª Rodada

Joinville x Paraná Clube

Joinville
Jhonatan; Reginaldo, Rafael Donato, Ligger e Fernandinho; Naldo, Tinga, Erick Luis, Carlos Alberto e Fernando Viana; Jael.
Técnico: Ramon Menezes

Paraná Clube
Wendell Péricles; Lucas Taylor, Zé Roberto, Alisson e Rafael Carioca; Anderson Uchôa, Wellington Reis, Fernandes, Murilo e Nádson; Lúcio Flávio.
Técnico: Roberto Fernandes

Local: Arena Joinville – Joinville (SC)
Horário: 16h
Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva (SE)
Assistentes: Ailton Farias da Silva (SE) e Daniel Vidal Pimentel (SE)