Mais uma vez o Paraná ficou devendo. Diante do então vice-lanterna da Série B, o Tricolor tinha tudo para manter o bom desempenho fora de casa e terminar o primeiro turno da competição com uma vitória e na cola do G4. Porém, a equipe paranista não se acertou em campo e, errando muito, foi presa fácil para os mineiros, sendo derrotado por 2×0.

Com o resultado, o time caiu para o nono lugar, ficando com 26 pontos. Agora, por conta das Olimpíadas, só volta a jogar no dia 19, quando recebe o Brasil de Pelotas-RS, na Vila Capanema.

O jogo começou movimentado, lá e cá, mas com poucas chances de gol. Tupi e Paraná entraram em campo dispostos a atacar. A cada jogada que terminava na defesa do adversário, um dos times saía em velocidade para puxar o contra-ataque.

Porém, oportunidades de abrir o placar foram poucas e a grande maioria por parte dos donos da casa, que até chegavam perto e tinham chance de finalizar, mas sem dar muito trabalho para Wendell Péricles. Mesmo assim, a pressão foi crescendo até que os mineiros conseguiram, enfim, abrir o placar. Aos 31, Marcos Serratto cruzou, a bola passou pela área e sobrou para Giancarlo, que chutou cruzado e fez 1×0.

Ficar atrás no placar deixou o Tricolor ansioso e nervoso. Querendo empatar logo, o time paranista atacava de qualquer jeito, explorando principalmente Valber e Robson, mas acabava errando muito, permitindo ao Tupi puxar os contra-ataques. Em um deles, aos 38, Henrique Gelain fez falta em Octávio. Luis Paulo cobrou e acertou a trave, mas a bola bateu nas costas e Wendell e foi para o gol, o segundo dos donos da casa.

O segundo gol fez o Paraná se perder completamente em campo e ser pressionado no final do primeiro tempo. Aos 42, Giancarlo, de cabeça, acertou a trave, em meio à falha de marcação paranista.

No segundo tempo, o técnico Marcelo Martelotte resolveu explorar a velocidade, colocando Claudevan e Henrique. Assim, o Tricolor foi a campo no 4-3-3, explorando mais os lados. Mas os erros de passes da primeira etapa continuaram e permitiam que o Tupi continuasse levando perigo. O que foi certo é que Glaysson, em chute de, e Wendell, em cabeçada de Octávio, trabalharam mais e fizeram boas defesas.

Mas o Paraná seguia sem conseguir se impor e, à medida que o tempo passava, diminuiu a ofensividade, entrando menos na área e, consequetemente, não levava mais perigo. O Tupi, por sua vez, continuava criando as melhores chances. Aos 23, Serrato saiu na cara do gol, mas chutou para fora.

Quando o cansaço bateu, o Galo Carijó diminuiu o ritmo e passou a se defender mais, permitindo ao Tricolor rondar mais a área. Mas, mesmo assim, as finalizações não eram das melhores, só dando tempo de Leandro Silva ser expulso após dura falta e o resultado final acabou ficando no 2×0 para o Tupi.

FICHA TÉCNICA

SÉRIE B
1º Turno – 19ª Rodada

TUPI 2X0 PARANÁ

Tupi
Glaysson; Vinícius Kiss, Gabriel Santos (Thiago Sales, 37 do 2º), Rodolfo e Luis Paulo; Renan, Filipe Alves, Marcos Serratto (Marcel, 40 do 2º) e Octávio; Pedrinho (Thiago Espíndula, 22 do 2º) e Giancarlo.
Técnico: Estevam Soares

Paraná
Wendell Péricles; Diego Tavares, Leandro Silva, Leonardo e Henrique Gelain; Basso (Claudevan, intervalo), Jean, Válber (Henrique, intervalo) e Nadson (Marcelinho, 27 do 2º); Róbson e Lúcio Flávio.
Técnico: Marcelo Martelotte

Local: Mário Helênio (Juiz de Fora-MG)
Árbitro: Philip Georg Bennett (RJ)
Assistentes: Gabriel Conti Viana (RJ) e João Luiz Coelho de Albuquerque (RJ)
Gols: Giancarlo, 31, Luis Paulo, 38 do 1º
Cartões amarelos: Giancarlo, Octávio e Glaysson (TUP); Henrique Gelain e Jean (PAR)
Cartão vermelho: Leandro Silva (PAR), 49 do 2º