O empate com o Náutico, na última terça-feira, fez com que o Paraná aumentasse o seu jejum de vitórias na Série B para quatro jogos. A queda de desempenho nas últimas rodadas fez com que o técnico Allan Aal apostasse em mudanças na equipe titular, mas elas acabaram não surtindo efeito.

Diante do Timbu foram três novidades na equipe: Karl, Léo Castro e Marcelo. O trio entrou nas vagas de Higor Meritão, Bruno Gomes e Andrey, respectivamente.

“A opção pela troca não foi para preservar os atletas, mas para ter mais intensidade. O Meritão vinha sentindo a sequência de jogos e ele mesmo reconheceu isso. O Karl entrou muito bem”, disse o técnico Allan Aal.

>> Tabela e classificação da Série B

“Pelo lado do campo é a mesma coisa. O Andrey se desgasta bastante pela característica e nós precisávamos de um jogador que estivesse mais inteiro. Já o Bruno Gomes sentiu o adutor. Procuramos não preservar, mas manter a mesma intensidade que nos fez brigar pelo topo”, completou o treinador.

O empate custou a vaga no G4. Para buscar a recuperação contra o CSA, neste sábado, em Maceió, o técnico Allan Aal já tem um desfalque certo. O lateral-direito Paulo Henrique terá que cumprir suspensão e deverá ser substituído por Toninho Paraíba.

+ Mais do Tricolor:

+ Os motivos para o “apagão” do Paraná na Série B
+ Allan Aal vê Paraná em má sorte em sequência negativa
+ Cristian Toledo: Pressão tardia, alterações tardias e empate na Vila


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?