O Paraná ainda não recebeu a segunda parcela do pagamento da venda do volante Jhonny Lucas, 20 anos, ao Sint-Truiden, da Bélgica. A informação foi confirmada pelo presidente do Tricolor, Leonardo Oliveira, em uma transmissão ao vivo no canal oficial paranista no YouTube.

De acordo com o mandatário do Paraná, o pagamento era para ter sido efetuado no último dia 29. Porém, por conta da pandemia do coronavírus, não houve o depósito. “O clube belga é administrado por uma empresa da Ásia. Eles vem convivendo com esse problema do coronavírus desde o início do ano e não houve o pagamento da segunda parcela ainda. Estamos buscando contatos. Assim que esse problema passar, vamos retomar essa negociação”, disse Oliveira.

O Paraná vendeu 90% dos direitos econômicos por 1 milhão de euros. O pagamento foi acordado para ser feito em duas parcelas de 500 mil euros. “Houve um pagamento inicial que foi feito através das contas judiciais e nós tínhamos esse outro pagamento. Como segurança, nós permanecemos com 50% dos direitos do atleta vinculados ao Paraná”, frisou o presidente.

Negociado com o futebol belga em agosto do ano passado, o volante Jhonny Lucas ainda sequer estreou pelo Sint-Truident, ficando no banco de reservas em apenas duas oportunidades.

Por conta da pandemia do coronavírus, o campeonato belga foi encerrado e o Club Brugge foi declarado campeão.

+ Mais do Tricolor:

+ Paraná recebe adiantamento de R$ 600 mil da CBF
+ Paraná acerta salários atrasados do ano passado
+ Paraná reforça campanha de arrecadação para moradores da Vila Torres