O técnico Allan Aal sabe que o Paraná Clube precisa se reforçar para buscar o acesso na Série B. Ele admitiu que o elenco tem carências após a derrota para o Vitória, a primeira do Tricolor na competição. O principal setor que necessita de apoio é o ataque, em todas as suas funções.

A urgência é por um jogador de velocidade para atuar pelos lados. Recentemente, o time perdeu Gustavo Mosquito, que retornou ao Corinthians a pedido do técnico Tiago Nunes. Raphael Alemão, que jogava tanto aberto quanto centralizado, foi mais um a sair após transferência para um clube do Azerbaijão.

Gabriel Pires, que atuou como lateral-esquerdo e meia na base do Paraná, está se adaptando a jogar no ataque, ao lado de Andrey e do centroavante Bruno Gomes.

Andrey e Gomes marcaram duas vezes cada na Série B, mas faltam opções para Aal. Além de um jogador de velocidade, o treinador precisa de mais um camisa 9. Para o setor, além do trio titular, o técnico conta apenas com Marcelo, Wandson e Keslley. É pouco para um campeonato de pontos corridos.

+ Confira a classificação completa da Série B!

Outra carência do elenco é encontrar mais um meia criativo, para dar suporte a Renan Bressan, principal atleta do Paraná na temporada. Nenhum jogador do elenco tem características próximas do camisa 10, o que acaba o sobrecarregando.

+ Mais do Tricolor:

+ Alisson lamenta primeiro revés do Paraná: “Levantar a cabeça”
+ Cristian Toledo: As notas de Vitória 1×0 Paraná Clube


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?