No último dia 31 de janeiro, um helicóptero com representantes russos pousou na Sede da Kennedy. Rapidamente, o assunto ganha as redes sociais. Torcedores colocam bandeiras da Rússia em seus perfis e enaltecem a possível parceria com um grupo de investidores que daria força ao departamento de futebol do Paraná.

No mês seguinte, a proposta dos russos é colocada na mesa dos conselheiros do clube. Ex-Coritiba, Felipe Ximenes era o intermediador da ‘revolução russa’ na Vila Capanema. O ‘articulador’ discursa e consegue angariar a maioria dos conselheiros para o seu lado. 85 integrantes do conselho votaram a favor dos russos. Nove votaram contra e acabaram sendo ‘escanteados’ pela diretoria.

O motivo para os votos contrários era uma proposta cercada de dúvidas. Afinal, os russos assumiriam as categorias de base do Paraná e como ficaria a divisão dos direitos econômicos da “piazada da Vila”? Os russos emprestariam dinheiro ao clube ou fariam um aporte financeiro sem custos aos cofres paranistas?

+ Os valores do ‘tal’ investimento russo no futebol do Paraná

Mesmo com a aprovação do conselho, as notícias seguiam as mesmas pelos lados do Durival Britto. “Os russos devem assinar o contrato até o fim da semana”. “Os russos irão assinar o contrato até amanhã”. Os russos não assinaram. Pelo contrário, eles estão cada vez mais distantes.

Além dos russos, o Paraná possui uma proposta de um grupo de investidor brasileiro. Porém, a pandemia do coronavírus colocou um espaço enorme entre a união do clube com os empresários.

O presidente do Tricolor, Leonardo Oliveira, concedeu uma entrevista à Rádio Banda B, na tarde desta quinta-feira (28) e destacou a “esfriada” nas negociações. “É um momento de insegurança para todos e isso impede que algumas coisas evoluam, como nos possíveis acordos do Paraná com parcerias”, disse.

+ Acordo entre Paraná e russos fica enroscado

Sem previsão para um aperto de mãos com russos ou outros empresários, o time paranista segue com as ‘calças apertadas’ e não deve apresentar grandes novidades para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro.

+ Mais do Tricolor:

+ Quem é o investidor russo por trás da parceria com o Paraná?
+ Paraná se silencia sobre russos, dívidas e novo estádio


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?