O Paraná iniciou a disputa da Série B com uma base sólida defensiva, formada por Thales e Fabrício. Entretanto, o primeiro acabou sendo negociado com o futebol turco e abriu espaço para que o colombiano Salazar conseguisse uma vaga entre os titulares. E o gringo não saiu mais do time.

Com a contusão do capitão Fabrício, o gigante de 2 metros de altura já teve outros companheiros no setor, como seu compatriota Hurtado e o recém-chegado Philipe Maia, e segue entre os 11 iniciais.

Colombiano pede confiança da torcida

Em entrevista ao canal oficial do Paraná no YouTube, Salazar pediu o apoio da torcida paranista e ressaltou que o elenco confia no acesso, mesmo com a distância tendo sido aumentada na última rodada – o Tricolor é o nono colocado, a oito pontos do G4.

“Nós sempre temos que acreditar no que é possível. Sabemos dessa responsabilidade. Pedimos para o torcedor confiar, pois sempre tentamos o nosso melhor para sair com a vitória”, disse o zagueiro.

>> Tabela e classificação da Série B

Ao todo, Salazar já disputou 13 jogos pelo Tricolor e marcou um gol. A tendência é que o colombiano siga entre os titulares ao lado de Philipe Maia contra o Juventude, nesta sexta-feira (20), às 19h15, em Caxias do Sul, já que Fabrício ainda não tem condições de jogo.

+ Mais do Tricolor:

+ Paraná acerta renovações de contrato de trio
+ Figura histórica do Paraná morre aos 96 anos
+ Volante com contrato próximo do fim tem futuro indefinido no Paraná


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?