O Paraná Clube pode consolidar, neste sábado (14), o momento de arrancada que vive na Série B do Campeonato Brasileiro. O Tricolor encara o Cuiabá, na Vila Capanema, a partir das 19h, pela 22ª rodada da competição. Depois de uma vitória de virada, por 2×1 em cima do CRB, a equipe paranista poderá, inclusive, voltar a figurar no G4 da competição em caso de triunfo. Na sétima colocação, o time tem 32 pontos, apenas dois atrás do Coritiba, em quarto. Portanto, o desempenho no jogo em casa será fundamental para que mostre ter condições de brigar pelo acesso.

O Tricolor viveu até aqui por altos e baixos em sua trajetória na Segundona. Chegou a estar na vice-liderança ao emendar cinco vitórias consecutivas, mas depois amargou uma sequência de sete jogos sem triunfos. No atual momento, conseguiu recuperar o fôlego e soma cinco partidas sem derrotas. Ainda assim, há uma desconfiança, sobretudo por parte da torcida, se a equipe tem condições de mostrar regularidade na competição.

+ Leia mais: Matheus Costa reconhece que Paraná Clube deve vitória ao torcedor

Na opinião do técnico Matheus Costa, ainda que o time tenha vivenciado uma montanha russa de sentimentos na Série B, o Tricolor mostrou sua capacidade já que não se afastou dos demais concorrentes ao acesso. Além disso, o comandante destacou o fato de a competição estar em aberto, mesmo nesta altura do campeonato.

“Essa oscilação não aconteceu só com o Paraná. Equipes que há algumas rodadas estavam na zona de rebaixamento, agora falam em acesso. Já outros que estavam na ponta, agora se preocupam em não ficar na parte de baixo. O importante é que mesmo oscilando, nunca nos afastamos do G4”, avaliou. A melhor colocação do time na disputa foi o segundo lugar na tabela, na 11ª e 12ª rodada, enquanto a pior posição foi o 14º, ainda na sexta rodada, a última antes de o Paraná reagir e vencer cinco jogos em sequência.

+ Leia também: Paraná Clube lança terceira camisa e novo uniforme de goleiro

O confronto diante do Dourado será um encontro entre equipes que estão diretamente brigando por posições no topo. O Cuiabá tem apenas um ponto a menos e está uma posição abaixo do Tricolor. Costa destacou que o time do Mato Grosso pode ser um adversário perigoso, mas que o tricolor precisa lembrar que está me seus domínios. “É um jogo que pode ser considerado de seis pontos, já que uma vitória para qualquer lado pode deixar as equipes dentro ou muito próximas G4. Precisamos ser inteligentes e saber jogar dentro da nossa casa”, enfatizou.

Um triunfo como mandante, aliás, serviria de incentivo ao torcedor paranista, já que o time não vem fazendo grandes resultados na Vila Capanema. Em dez jogos em casa, são seis empates, três vitórias e uma derrota. O último placar favorável do Paraná Clube no Durival Britto foi no dia 13 de julho, na vitória de virada sobre o líder Bragantino por 2×1.

+ Viu essa?: Tricolor tem time novo pra sequência da Série B

Para o treinador, o Paraná Clube tem demonstrado nas últimas rodadas uma melhora na performance em campo e, por isso, a vitória dentro de casa está muito próxima a acontecer devido a essa evolução do grupo. “Estamos reencontrando um bom desempenho, e é importante sempre estar almejando o G4. Sabemos da responsabilidade de jogar bem diante do nosso torcedor. Esperamos fazer um bom jogo e que a gente possa confirmar os três pontos”, finalizou.