O Paraná parou nos próprios erros e perdeu pela segunda vez em quatro jogos na Série B. Mal nas finalizações e com uma falha decisiva na retaguarda, foi derrotado pelo Bahia, por 1 a 0, na noite dessa sexta-feira (29), em Salvador. O resultado deixa o clube com quatro pontos, na 12.ª colocação, mas pode perder três posições após o complemento da rodada deste sábado.

Apesar de enfrentar um dos ‘milionários’ da Segunda Divisão– os baianos recebem R$ 27 milhões contra apenas R$ 3 milhões dos paranaenses –, o time de Nedo Xavier não se escondeu do jogo.

Aliás, até o zagueiro Titi abrir o placar (19/1º), após o goleiro Murilo espalmar errado uma cobrança de falta, os visitantes criavam as principais chances de gol. Explorando as laterais do gramado da Fonte Nova, o Tricolor finalizou seis vezes na etapa inicial.

Faltou pontaria dos atacantes, assim como também faltou mira para Léo Gamalho. O camisa 9 dos donos da casa desperdiçou um pênalti assinalado quando Fernandes cortou a trajetória da bola com a mão.

“Só falta arrumar alguns detalhes para fazermos o gol”, avisou o atacante Éder no intervalo.

O Paraná seguiu perigoso na etapa final, mas com o mesmo problema de finalização. A situação, porém, ficou mais difícil quando Danilo Baia recebeu o segundo amarelo e foi expulso, aos 27 minutos – o baiano Pittoni ainda recebeu o vermelho final.

Enquanto o Bahia melhorou, e teve um gol mal anulado, os comandados de Nedo Xavier não tiveram força para igualar. “Infelizmente não conseguimos marcar, mas o time está no caminho certo. Agora é pensar no Botafogo [na terça]”, resumiu o volante Washington.