As atuações ruins recentes do Paraná Clube culminaram com a piora defensiva da equipe que, apesar de sempre brigar contra o rebaixamento neste Campeonato Brasileiro, chegou a ser um ponto forte no meio da disputa do primeiro turno. Depois de sofrer sete gols nos últimos três jogos e não marcar nenhum, o Tricolor terá uma dupla de zaga diferente diante do Vasco, nesta segunda-feira (01), às 20h, na Vila Capanema. Com as suspensões de Rayan e Renê Santos, o zagueiro Jesiel volta a ganhar uma chance depois de quase quatro meses afastado por conta de uma lesão muscular grave.

O defensor, que fez seu último jogo como titular no dia 10 de junho e participou da reta final da partida contra a Chapecoense, recentemente, voltou ao Atlético-MG neste período para fazer o tratamento. De volta ao Tricolor e mesmo com a situação crítica do Paraná na tabela, Jesiel comemorou o retorno ao time paranista.

+ Leia mais: Ministro do Esporte erra nome do Paraná Clube em discurso

“As expectativas são as melhores. Depois de muito tempo volto a jogar. Atuei um pouco contra a Chapecoense, mas meu último jogo que comecei foi contra o Flamengo (10/06). O tratamento foi bem feito, voltei para Belo Horizonte para aproveitar mais a estrutura deles, que, querendo ou não, é melhor. Espero poder estar à disposição, dar o meu melhor, o meu máximo para poder dar a vitória para o Paraná”, salientou Jesiel.

O jogador, titular da defesa quando o time paranista era comandado pelo técnico Rogério Micale, revelou a dificuldade de ficar de fora, machucado, enquanto o Paraná Clube caminhava para fazer uma das piores campanhas da era dos pontos corridos. Jesiel, mesmo sabendo das dificuldade de evitar o rebaixamento, ainda acredita que é possível.

+ Confira a tabela e a classificação do Brasileirão!

“Para ser sincero foi muito agoniante para mim. Estar acompanhando de fora e meus companheiros passando por um momento difícil e não poder ajudar. É muito ruim. Todos os dias pensava em melhorar logo, estar em campo para poder ajudar, somar, fazer meu melhor. Agora é tentar voltar. A gente ainda acredita que pode sair dessa situação, mas pensando em um jogo de cada vez as coisas vão acontecer”, concluiu.

O Paraná, nos últimos três jogos, perdeu para o Santos por 2×0, na Vila Capanema, para o Grêmio, em Porto Alegre, pelo mesmo placar, e foi goleado pelo Atlético por 3×0, na Arena da Baixada. Diante do Vasco, a dupla de zaga deverá ser formada por Jesiel e Cléber Reis, que também voltará a ter uma oportunidade entre os titulares.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!