O coro que pede a saída do executivo do futebol do Paraná Clube, Rodrigo Pastana, foi engrossado pela turma do Paranautas na tarde desta segunda-feira (10). Na página do grupo no Facebook, os torcedores acusam o dirigente de “ingerência e excesso de erros” na atual temporada, marcada pelo retorno do Tricolor à primeira divisão depois de dez anos.

No sábado pela manhã, sócios do clube entregaram uma carta ao chefe de segurança do Tricolor, depois de serem impedidos de entrar no treino, pedindo a saída do executivo. Depois de mais uma derrota e nenhuma providência da diretoria, alguns associados dizem que vão se desligar do clube.

+ Leia mais: Árbitro relata xingamentos de funcionários do Paraná Clube na súmula

Na carta, eles pedem a saída imediata de Pastana, apontado pelos “resultados vexatórios”, que podem marcar a campanha como uma das piores de toda a história dos pontos corridos. Até agora, o Paraná só conseguiu somar 16 pontos em 21 jogos.

+ Também na Tribuna: Claudinei Oliveira solta o verbo contra a arbitragem

Leia a carta dos Paranautas na íntegra:

Pela ingerência e excesso de erros apresentados desde o início deste ano que era pra ser um dos mais importantes da nossa história, o mínimo que podemos exigir da diretoria é a saída imediata do executivo de futebol Rodrigo Pastana, pois em todas as competições que participamos, do início ao fim delas (e o brasileiro que ainda nem acabou), colhemos resultados vexatórios, que com certeza mancharam a nossa história. 

Sabemos que o elenco é limitado e as cobranças apenas em cima de grande parte do elenco seria injusta. Por isso, como forma de reconhecimento pelo pífio trabalho realizado no ano de 2018 (e que já não foi primoroso em 2017, embora tenha tido um resultado inédito), pedimos que Pastana pegue sua lista de refugos e dê adeus ao Paraná Clube.

Porém, mais do que isso, é urgente que a diretoria já realize a SUBSTITUIÇÃO imediata do profissional, não a mera demissão, pois de nada adiantará uma boa restruturação física do clube se não houver a estruturação administrativa, especialmente no futebol.

EXIGIMOS a implantação de uma filosofia de gestão de futebol para que o executivo “apenas” se encaixe nela para realizar o trabalho.
Cobramos também, nessa filosofia, maior integração da base com o profissional. Mas nada disso vai acontecer decentemente enquanto Rodrigo Pastana estiver vínculo com o clube.

E antes tarde do que nunca: #ForaPastana

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!