Sem poder contar com o meia Renatinho, que está suspenso por ter sido expulso na vitória por 2×0 sobre o Bahia, o técnico Wagner Lopes ainda não definiu quem será o camisa 10 do Paraná Clube na partida contra o ASA, nesta quinta-feira (16), às 21h30, em Arapiraca, pelo duelo de ida da terceira fase da Copa do Brasil.

O treinador admitiu que tem três opções para a vaga – Guilherme Biteco, Jonas Pessalli e Matheus Carvalho -, mas que ainda vai aguardar o último treinamento, nesta quarta-feira (15), uma vez que quer testar as peças em busca daquela que melhor se encaixe no modo do adversário jogar.

“Temos essas opções, o Biteco, o Pessalli, o (Matheus) Carvalho por dentro, mas eu preciso de posse de bola contra o ASA, porque eles defendem muito bem com uma linha de cinco. Então eu tenho que pensar em uma maneira de ficar com a bola e rodar de um lado para o outro e ser forte também na segunda bola”, explicou o comandante paranista, que elogiu a atuação de Pessalli na vitória por 2×1 sobre o Cascavel, no último domingo (12).

“Ele fez uma boa partida, não só pela assistência, mas também pela recomposição na parte defensiva, ajudando o Kaike, então valorizamos isso também”, acrescentou Lopes.

Já o restante do time deve ser o mesmo que venceu o tricolor baiano. Assim, o Paraná deve jogar com Léo; Júnior, Airton, Eduardo Brock e Igor; Gabriel Dias, Alex Santana, Diego Tavares, Guilherme Biteco (Jonas Pessalli) e Matheus Carvalho; Ítalo.