Se não bastasse ter pela frente o time com melhor aproveitamento do futebol brasileiro até agora na temporada de 2017, o Paraná Clube pode ter desfalques importantes para o duelo de ida da quarta fase da Copa do Brasil diante do Vitória, nesta quinta-feira (13), às 19h15, no Barradão, em Salvador. O técnico Wagner Lopes, além do volante Alex Santana, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, ainda não sabe se poderá contar com os meias Guilherme Biteco e Renatinho e com o atacante Felipe Alves.

Segundo o comandante do Tricolor, os três jogadores saíram do clássico contra o Atlético, no domingo (9), reclamando de dores musculares. A situação mais complicada é a de Felipe Alves, que passou por exames na tarde desta terça-feira (11) e depende do resultado para saber se houve a lesão muscular na coxa. Já Biteco e Renatinho reclamam de dores musculares e não participaram da atividade no CT Ninho da Gralha.

“Temos alguns atletas com bastante cansaço e dor muscular. O Renatinho é um deles, o Rayan é outro que sentiu bastante no último jogo. O Biteco está sempre trabalhando para que ele fortaleça, que tenha condição física melhor. Alguns atletas vão ser poupados, não vão treinar e não sabemos se eles terão condição de jogo. Esperar para definir a equipe”, explicou Lopes.

O setor ofensivo do Paraná é o que mais pode ter baixas para encarar o Vitória. O treinador frisou que depende da resposta dos atletas para formar o ataque. “Dependo de reavaliações. O Nathan se esforçou e correu muito. O Felipe Alves fez o exame para ver se abriu ou se é só uma contratura, se foi estiramento. O Biteco e o Renatinho estão com muitas dores. Preciso da resposta do departamento médico para depois definir”, prosseguiu.

Por outro lado, Wagner Lopes terá duas voltas importantes. O volante Gabriel Dias, recuperado de lesão, deve retornar ao time titular do Paraná no lugar de Alex Santana, enquanto atacante Robson pode ocupar na vaga de Felipe Alves.

“O Gabriel foi para o banco (contra o Atlético), treinou ontem (segunda-feira) e muito bem. Ele vem trabalhando fisicamente como complemento. Tanto o Gabriel quanto o Robson devem ter condições de jogo e devo contar com esses atletas”, concluiu.

Com a possibilidade de ter um time bastante desconfigurado para encarar o Vitória, o Paraná deve entrar em campo para o duelo pela Copa do Brasil com Léo; Júnior, Airton, Brock e Kaike; Leandro Vilela, Gabriel Dias e Guilherme Biteco; Robson, Nathan e Pedro Bortoluzo.