Luís Debes e Marlon Varaschim,
lideram categoria N2.

Neste fim de semana os pilotos partem em busca de importantes pontos durante a 23.ª edição do Rali Internacional da Graciosa, que acontece em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba. Pela primeira vez em toda a história da competição, uma única cidade sedia toda a etapa. São mais de 300 quilômetros de estradas rurais, com trechos rápidos e travados de excelente piso, um convite para acelerar.

Segundo os organizadores, em Araucária ganha quem estiver mais preparado, for mais experiente e principalmente fizer um bom levantamento do percurso, pois essa é uma prova bastante técnica que exige mais atenção de piloto e navegador. “É incrível, achei que a prova fosse perder por estar numa única região, mas apesar da mudança o Graciosa continua sendo a mais difícil etapa do campeonato brasileiro. Araucária possui acentuadas diferenças de estradas que em poucos lugares do mundo se vê”, comenta o piloto Luís Debes, que ao lado de Marlon Varaschim, lidera a categoria N2.

A dupla paranaense Marcos Celestino e Sergio Pereira, está liderando a categoria A6, enquanto a categoria mais forte da competição, a N4, tem como líderes os gaúchos Ulisses Bertholdo e Alberto Zoffmann (Mitsubishi Lancer Evo7).

Definições

Essa pode ser a etapa das definições na categoria N4, onde Bertholdo e Zoffmann ocupam uma tranqüila posição, muito próximos de garantir o título brasileiro. Debes e Varaschim (categoria N2), que estrearam na competição em 2002 e ficaram em segundo lugar no Graciosa, estão cautelosos quanto a essa etapa: “Estamos a 8,5 pontos na frente dos mineiros (Eduardo Zenóbio/Dalton Leal – Fiat Palio), a diferença ainda é pouca, temos que administrar muito bem a prova para garantir um bom resultado”, afirma Debes.

Na categoria mais equilibrada, a A6, Celestino e Pereira, correm em casa e deverão travar com os catarinenses Luis Tedesco e Sidinei Broering (Palio), a mais esperada disputa do fim de semana, já que a diferença entre eles é de apenas meio ponto. Na última etapa, em Erechim/RS, Tedesco/Broering que dominavam toda a prova, tiveram um problema na biela, e viram a vitória escapar, assim como o óleo do carro, a 500 metros da chegada. Os paranaenses Paulo Lemos e Alberto Blanco (VW Gol) venceram a etapa.

O 23.º Rali Internacional da Graciosa é válido pela 6.ª etapa do Brasileiro de Rali de Velocidade, 1.ª e 2.ª etapas do Paranaense de Rali de Velocidade e 6.ª etapa da Copa Peugeot. A largada técnica será hoje a partir das 19h em frente a UFPR, Praça Santos Andrade.