Rio – A zaga é o primeiro setor da seleção brasileira definido para a Copa do Mundo de 2006. Com a convocação de Juan, Roque Júnior, Lúcio e Luisão para os jogos com Bolívia, dia 9 de outubro, em La Paz, e Venezuela, dia 12 de outubro, em Belém, não resta mais dúvida de que esse é o quarteto escolhido pelo técnico Carlos Alberto Parreira. Ao todo, ele chamou 26 atletas para as duas partidas finais do Brasil nas eliminatórias e pretende promover um ?vestibular? para concluir a lista da Copa da Alemanha.

Dos 26 anunciados ontem, em entrevista de Parreira no Rio, 19 têm vaga assegurada no Mundial. As duas partidas servirão de prova final para os demais e vão determinar, desde que não haja imprevisto, o grupo que se apresentará em maio para o início dos treinos visando a competição na Alemanha.

Assim, oito jogadores disputam as quatro vagas restantes da seleção. No gol, Marcos não foi convocado por estar na reserva de Sérgio, no Palmeiras, e por causa do período em que ficou sem atuar, devido a uma contusão. Dida, Júlio César (Inter) e Gomes (PSV) foram incluídos na lista. Os dois primeiros estão confirmadíssimos na equipe do mundial. A outra vaga ficará entre Marcos e Gomes.

Parreira pretende montar dois times nos dois jogos, o que só valorizaria suas observações para tirar as últimas conclusões. Por isso, a lista de 26 atletas. O lateral-esquerdo Gilberto terá uma nova oportunidade. Ele disputa, em desvantagem, a reserva de Roberto Carlos com Gustavo Nery. Os três vão estar juntos nos treinos em Teresópolis, a partir do dia 5, em companhia dos laterais-direitos Cafu e Cicinho – este é outro nome que consolidou sua ida à Alemanha.

A disputa por vagas do meio para a frente é mais acirrada. Alex, Júlio Baptista, Ricardinho e Ricardo Oliveira são os que estão na briga por mais dois lugares no time que tentará o hexacampeonato mundial.

Ricardinho, do Santos, está um pouco à frente da concorrência. Os quatro certamente vão atuar pelo menos uma parte dos confrontos com Bolívia e Venezuela. Entre os outros convocados para o meio e já certos no mundial estão Emerson, Gilberto Silva, Juninho Pernambucano, Renato, Zé Roberto, Kaká e Ronaldinho Gaúcho. No ataque, Ronaldo, Robinho e Adriano são unanimidades.

Bem-humorado e ao lado do coordenador-técnico Zagallo, que ainda se recupera de uma cirurgia, Parreira deu uma pista de que já decidiu qual será o ?quarteto mágico? titular da seleção: Adriano, os dois Ronaldos e Kaká. ?O Robinho está pronto para ser usado como se fosse quase um 12.º jogador. Mas não estou afirmando nada. Falta muito tempo para a Copa e não tenho pressa.?