O volante Patrick foi apresentado oficialmente nesta sexta-feira como novo reforço do Internacional para a temporada 2018. O jogador, que se destacou com a camisa do Sport no último Campeonato Brasileiro, assinou contrato por duas temporadas com o novo clube e chega para brigar por espaço no concorrido meio de campo colorado.

“São todos jogadores de qualidade. Eu sou canhoto, faço o lado esquerdo. Vamos fazer uma disputa sadia, sempre visando o melhor do clube. Não jogo só de volante, eu faço outras funções, então isso pode ajudar”, declarou o jogador de 25 anos.

Patrick chega para suprir a ausência de Felipe Gutiérrez, que retornou para o Betis, mas terá que disputar espaço com nomes como Rodrigo Dourado, Edenílson, Charles, entre outros. Rithely, do Sport, ainda pode chegar. E para conquistar uma vaga, o volante lembrou do passado como lateral-esquerdo e se colocou à disposição até para atuar mais à frente.

“Comecei de lateral a minha carreira, depois passei para volante e joguei por um bom tempo como assim, mas sempre deixei em aberto outras possibilidades. Gosto é de jogar futebol. Quando me colocam no campo, sempre tento dar meu melhor. Faço bem o lado esquerdo seja como lateral, mais à frente e aberto como ponta ou como volante. Sempre trabalho para aprimorar cada função”, apontou.

O volante, porém, explicou que já conversou com o técnico Odair Hellmann sobre o setor no qual atuará, pelo menos neste primeiro momento. “Ele expôs bem a ideia dele de jogo. Disse que, a princípio, me usaria naquela função (mais adiantado pela esquerda), mas sabe que eu faço outras funções. Ele começou implantando a parte tática, o que é importante nesse começo de temporada.”

Odair, aliás, foi bastante elogiado por Patrick. “É um treinador com vontade de vencer, que está tendo oportunidade. Tanto ele quanto jogadores vão se doar em prol do Inter. Ele tem estudado, implantado ideias boas. Esta sintonia vai ser boa para o Inter na temporada”, comentou o jogador.