Paulista e São Caetano não ficaram um dia sem técnico. Os dois clubes agiram rapidamente e já têm novos comandantes. Waldemar Lemos assumiu o time de Jundiaí, e Paulo Comelli será apresentado na quarta no ABC.

O time jundiaiense, que perdeu Marcelo Veiga para o América-RN na última segunda-feira, foi atrás de Waldemar Lemos, que quase fechou com o Remo. Após uma reunião com a diretoria, o irmão de Oswaldo Oliveira assinou contrato e fica no Jayme Cintra até o final do Paulistão do próximo ano, em maio.

Waldemar já comandou, hoje, o primeiro treino frente à equipe. O seu último time foi a Cabofriense, no Campeonato Carioca desta temporada.

O São Caetano, que demitiu Jair Picerni, chegou a um acordo com Paulo Comelli após ele se desligar do Marília. Mas para a sua liberação sair, o time do ABC teve de pagar uma multa rescisória de R$ 180 mil ao Marília.

O Marília já busca um substituto. O nome mais forte é Flávio Lopes, que esteve no Bento de Abreu em 2005. Em nove rodadas da Série B, já aconteceram dez trocas de técnicos.