O presidente da Comissão de Arbitragem da Federação Paulista de Futebol (FPF), Marcos Marinho, anunciou nesta quarta-feira que a arbitragem terá trios fixos durante o Campeonato Paulista de 2009. O árbitro e os dois assistentes estarão juntos da primeira até a última rodada da competição.

“Esperamos com isso ter uma margem menor de erros. Houve falta de critério em algumas partidas do Paulistão deste ano e queremos avançar no sentido de que haja menos distorção e mais critérios na aplicação das regras”, explicou Marcos Marinho.

Após a disputa do Paulistão, o melhor trio de arbitragem receberá um prêmio de R$ 200 mil. O segundo melhor ficará com R$ 100 mil e o terceiro receberá R$ 50 mil. “Eu não vou mais admitir erros grosseiros, neste ano ainda aconteceram algumas falhas bobas que eu já não esperava”, afirmou Marcos Marinho.

O dirigente ainda revelou que, depois de cada rodada do Campeonato Paulista, uma comissão analisará as partidas para verificar se aconteceram ou não erros de arbitragem. “Há erros graves e outros normais, tudo vai ser analisado caso a caso”, avisou.

Segundo ele, o trio será punido quando for detectado um erro grave. “Tem que haver um comprometimento entre os três, dessa maneira acredito que eles vão se acertar, se entrosar melhor, e isso será benéfico para a arbitragem”, disse Marcos Marinho.

Entrevistas

Marcos Marinho ainda recomendou aos árbitros que não falem com a imprensa após as partidas. “Não haverá lei da mordaça. Se quiserem, eles poderão dar entrevistas. Mas a recomendação é para que isso não aconteça, pois percebemos nos últimos anos que isso não é bom para ninguém”, afirmou.