Um dos líderes do movimento Bom Senso FC, o zagueiro Paulo André, do Corinthians, anunciou nesta terça-feira, durante um seminário sobre negócios do futebol, que os jogadores farão novas manifestações contra o calendário do futebol brasileiro. No mês passado, atletas das séries A e B se abraçaram durante um minuto antes das partidas como forma de protesto. “Até o fim do ano, teremos surpresas. Vocês vão ver”, disse.

Uma reunião realizada na última segunda-feira serviu para os atletas definirem os próximos passos do Bom Senso FC, entre eles, estas manifestações. “Faremos novas manifestações para mostrar o nosso descontentamento e preocupação com os caminhos do futebol brasileiro”, garantiu o zagueiro.

No próximo dia 21, os atletas participarão de uma audiência pública em Brasília. “Existe um plano político de manutenção de poder, e não um plano esportivo”, criticou Paulo André.

O zagueiro também pediu maior empenho dos clubes nos debates sobre o futebol nacional. “O Bom Senso FC não quer o melhor apenas para os atletas, mas para o futebol brasileiro. Sei que os clubes têm medo de retaliação de cima para baixo, mas eles são muito importantes.”