Após a contratação do técnico Waldemar Lemos e a nova comissão técnica, as atenções no Atlético voltam para as quatro linhas. Neste sábado o Furacão enfrenta o Sport, às 18h30, na Ilha do Retiro.

Atual lanterna do Brasileirão, o rubro negro precisa da vitória e a estreia de Paulo Baier, a grande contratação da temporada, é dada como certa. O veterano entraria no lugar de Marcinho, que está suspenso.

“As referências do Waldemar são muito boas. Acredito que vai ser bom. Estamos em uma outra etapa. Agora é outro treinador, a motivação também é outra”, disse o meia. O nome do jogador apareceu no Boletim Informativo Diário da CBF na quarta-feira e Baier está liberado para atuar.

Sobre a possibilidade de começar o jogo contra sua ex-equipe, Baier disse que se o treinador precisar ele está pronto. “Fiquei 10 dias parado, mas estou à disposição da comissão técnica. Estou aqui para trabalhar e estou pronto”, salientou.

Paulo Baier disse que o momento é de união e que os jogadores terão de tirar o Atlético desta situação incômoda na tabela. “O importante neste momento de dificuldade é saber que quem irá tirar o Atlético desta situação é a gente. O momento é de união. Estamos começando do zero”, frisou. “Daqui pra frente as coisas vão mudar e o Atlético terá uma cara nova dentro de campo. Um clube como esse não pode ficar nesta situação”, finalizou.

Para o zagueiro Rhodolfo, que voltou aos treinos após ser poupado da última partida, o momento é de acerto e os erros tem que ficar no passado. “Estamos contentes com a contratação do Waldemar. É um excelente técnico e vamos o acolher bem. A gente vem errando muito neste começo e não podemos errar mais. Vamos buscar uma vitória contra o Sport”.