No mercado aberto das especulações, Paulo Henrique poderia estar seguindo para o Palmeiras. Porém, ontem à tarde, dirigentes dos clubes, jogador e o empresário do atleta negaram qualquer transação em andamento.

“Houve uma sondagem há alguns meses. Agora, nada aconteceu”, disse José Luís Galante, procurador de Paulo Henrique. Paulo Henrique tem contrato com o Paraná até junho de 2013 e sua multa rescisória estaria na casa dos R$ 6 milhões.

O diretor do Palmeiras, Roberto Frizo, não “fechou as portas” para Paulo Henrique, mas afirmou que no momento o clube estaria buscando um jogador de maior expressão.