Caxias do Sul – O Juventude preparou uma festa para a despedida do Brasileiro, em casa. Mas não contava com a peça pregada pelo convidado Paysandu, que venceu a partida por 2 a 1, de virada, ontem à tarde, frustrando a torcida local.

O jogo foi bastante solto, com as equipes procurando o ataque. Sandrinho, após uma boa jogada de Clodoaldo, abriu o placar para o Juventude, aos 20 minutos. Parecia que a tarde seria perfeita para a torcida, embora a equipe estivesse com muitos reservas.

Mas o Paysandu reagiu no segundo tempo. Logo no início, Flávio Tanajura se antecipou ao zagueiro Ageu e empatou, após uma bola levantada na área por Carabina em cobrança de falta.

Na seqüência, o time visitante seguiu melhor e, aos 35, Alex Pinho, de cabeça, desviou uma outra bola cruzada na área, também de falta, definindo o placar. Ao final do jogo, a torcida se dividiu entre aplausos e vaias. A despedida do Juventude ficou com um gosto ruim.

Ficha técnica

Gols: Sandrinho aos 20 do 1.º; Flávio Tanajura aos 2 e Alex Pinho aos 35 do 2.º.

Juventude: Eduardo Martini; Daniel, Naldo e Ageu; Geison, Camazzola Eduardo Neves), Fágner, Sandrinho e Zé Rodolpho; Ederson (Raone) e Clodoaldo. Técnico: Ivo Wortmann.

Paysandu: Alexandre Fávaro; Carabina, Alex Pinho, Flávio Tanajura e Luís Fernando (Tiago); Alemão, Lecheva, Maurinho e Hernani; Zé Augusto e Borges (Balão). Técnico: Vágner Benazzi.

Renda: R$ 6.046,00. Público total: 4.517.