A regra 14, que rege as penalidades máximas, permite que o pênalti possa ser cobrado em dois toques, desde que a bola seja rolada para frente e o segundo jogador a tocar nela esteja fora da área no momento em que o cobrador der o primeiro toque.

No caso de decisão de resultado por pênaltis, isso não é permitido. Se a bola for tocada para o lado ou para trás, a cobrança será considerada inválida, sendo marcado um tiro livre indireto contra o time que ia bater a penalidade.

O lane mais recente de cobrança de pênalti em dois toques ocorreu em 2007, no jogo Brondby x Vejle, pelo campeonato nacional da Dinamarca. Os jogadores Ericsson e Duncan marcaram o terceiro gol do Brondby usando a “brecha na lei”.