A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) realizou um evento na noite desta segunda-feira, em hotel luxuoso de São Paulo, e distribuiu medalhas do título da Copa das Confederações para presidentes de federações e representantes dos clubes das Séries A e B do Campeonato Brasileiro.

A distinção também foi entregue para o técnico Luiz Felipe Scolari, o coordenador Carlos Alberto Parreira e o auxiliar Flávio Murtosa. Os presidentes das federações do Rio Grande do Sul, Rio e Pará não compareceram.

O evento foi realizado como festa de confraternização com os dirigentes, mas teve também uma motivação eleitoral. O presidente José Maria Marin pretende manter a rede de apoio dos presidentes para as eleições, que vão acontecer em abril do ano que vem. Marco Polo del Nero, mandatário da Federação Paulista de Futebol, vai tentar se eleger como sucessor de Marin.

Durante o evento foram exibidas cenas de jogos da Copa das Confederações, das cinco conquistas das Copas do Mundo, e imagens da futura sede própria da CBF, no Rio de Janeiro e da construção da concentração em Teresópolis, que servirá de centro de treinamento para a Copa do Mundo.

O encontro teve participação reduzida dos presidentes dos clubes. Entre os paulistas estavam presentes os presidentes do Palmeiras, da Ponte Preta, da Portuguesa, e Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, licenciado do Santos.