Próximo do título da Copa dos Campeões de vôlei, o técnico José Roberto Guimarães comemorou a vitória da seleção brasileira feminina e a postura apresentada pela equipe no duelo contra a Rússia, na madrugada deste sábado, em Tóquio. Após sair atrás no placar, o Brasil buscou a virada e venceu por 3 sets a 1.

“O que mais gostei do jogo foi o fato do nosso time se ajustar ao longo da partida. Os duelos contra a Rússia são sempre parelhos. Esse jogo exigiu muito do nosso time. Fiquei muito contente com a nossa postura”, aprovou o treinador. “Quando pressionamos um pouco mais no saque, as russas tiveram muitas dificuldades. Foi ótimo termos vindo nessa competição”.

Eleita a melhor jogadora da partida, a ponteira Fernanda Garay também ficou satisfeita com a virada brasileira. “Conseguimos sair de um momento difícil e fizemos uma boa partida. O jogo com a Rússia é cheio de rivalidade e não podemos errar. No primeiro set não ditamos o nosso ritmo e perdemos. Quando passamos a pressionar, o jogo mudou. Sempre é bom ganhar da Rússia”, disse a atleta, responsável por 17 pontos neste sábado.

“Tirando o primeiro set, fizemos uma boa partida e conseguimos manter uma regularidade no passe e no ataque. Isso nos fez entrar no jogo. Demoramos um pouco para nos acostumarmos com o bloqueio delas. Quando colocamos pressão no saque, elas baixaram a guarda e conseguimos levar o jogo”, reforçou a ponteira Natália.

Após vencer as russas, a seleção brasileira ainda tinha a chance de se sagrar campeã do torneio neste sábado, por antecipação, caso a República Dominicana tivesse vencido o Japão. Mas, como as japonesas venceram por 3 a 0, o título será definido somente no domingo. Brasileiras e japonesas vão decidir o troféu na última partida da tabela.