O sérvio Petkovic, um dos destaques da campanha do Flamengo no Campeonato Brasileiro, afirmou nesta segunda-feira que o clube carioca não terá vida fácil no próximo domingo, no Maracanã. O time enfrenta o Grêmio e precisa de uma vitória para conquistar o título sem depender dos resultados dos rivais.

Caso tire pontos do Flamengo, o Grêmio dará ao arquirrival Inter a chance de conquistar o título. Mas Petkovic não acredita em algum tipo de “corpo mole” dos gremistas.

“Toda semana dizem isso. Falaram que a torcida do Corinthians ia torcer contra o próprio, para o São Paulo não ser campeão. Mas no jogo a gente percebeu desde o aquecimento que não ia ter isso, que seria um clima de guerra. E o Corinthians quis vencer o jogo, talvez tenha tido vontade até demais”, disse o meia em entrevista à ESPN Brasil.

“O jogador quer jogar, não tem nada disso. O jogador quer prestígio, quer ganhar para mostrar para a torcida, para o dirigente. Falaram a mesma coisa do Goiás, que poderia ter recebido mala branca do São Paulo e que depois ia facilitar as coisas. Mas não aconteceu nada disso”, afirmou.

O meio-campista disse que ficou surpreso com a campanha do time, apesar do bom elenco. “Eu tinha certeza de que iria ajudar o Flamengo. O planejamento inicial era de alcançar a Libertadores, mas nesse campeonato, quem briga pela Libertadores briga pelo título. Eu tenho a sorte de estar nesse grupo maravilhoso”, disse Petkovic.

O Flamengo lidera o Campeonato Brasileiro com 64 pontos, dois a mais que Internacional, Palmeiras e São Paulo. A seu favor na disputa contra o Grêmio, o time carioca tem o fato de o adversário ter vencido apenas uma vez fora de casa na competição.