Michael Phelps voltou a perder o duelo com o alemão Paul Biedermann, no Mundial de Esportes Aquáticos, em Roma. Mas desta vez, pelo menos, o norte-americano ficou com a medalha de ouro. Ele foi superado no início do revezamento 4×200 metros, e precisou da ajuda dos companheiros para subir ao topo do pódio.

Phelps caiu na piscina ao lado de Biedermann – que já havia lhe tirado o ouro nos 200 metros livre – e mais uma vez foi superado. O supercampeão completou sua parcial em 1min44s49, contra 1min42s81 do adversário.

No decorrer da prova, no entanto, os alemães não mantiveram o desempenho. Os norte-americanos, pelo contrário, conseguiram um bom ritmo até os 100 metros finais.

Então, o russo Alexander Sukhorukov começou a aproximar-se de Ryan Lochte. Na última piscina, contudo, Lochte apertou o ritmo e garantiu a vitória, com direito a novo recorde mundial: 6min58s55, superando por 0s01 a marca da própria equipe norte-americana na Olimpíada de Pequim.

Com a medalha de ouro, Phelps chega a seu quarto pódio em Roma. Ele já havia vencido os 200 metros borboleta e o revezamento 4×100 metros livre, e ficou com a prata nos 200m livre. No sábado, Phelps volta à piscina para os 100 metros borboleta.