Haroldo Nogueira
A dupla Edu Piano/Rogério Almeida, venceu ontem pela segunda
vez no Sertões 2005.

São Félix do Jalapão, TO – Pela primeira vez na 13.º edição do Rally dos Sertões a liderança entre os carros mudou de mão. A dupla Edu Piano/Rogério Almeida (Chevrolet S10), venceram ontem, pela segunda vez em cinco dias e assumiram a ponta da maior e mais difícil prova de off road da América Latina, e assumiram uma vantagem de 3min08s sobre a dupla Klever Kolberg/Luiz Carlos Palu (L200 Evo), da Petrobras/Lubrax. A prova vai se estender até o dia 9 de agosto, cumprindo um total de 4.500 km até a chegada em Goiânia (GO).

Estabelecendo a estratégia de fazer uma prova cautelosa, sem acelerar tudo o que a picape S10 pode proporcionar, o piloto paulista Edu Piano e o navegador cearense Rogério Almeida não cometeram nenhum erro e completaram o longo dia dos Sertões em primeiro lugar, completado a Especial de 406 km no Deserto do Jalapão em 5h38min49, 4min38s mais rápidos do que Kolberg/Palu. ?Foi uma Especial muito dura, muito difícil, indo de um lado para o outro com o volante, sem descansar?, declarou o exausto piloto. ?Foi muito cansativo e quente?, revelou Edu Piano, contente por estar cumprindo a estratégia montada pelo Chevrolet Rally Team.

No quinto dia de competições as duplas partiram de Palmas e seguiram até São Félix do Jalapão, também no Tocantins, atravessando o maior deserto do Brasil. Na especial, de 406 km, passaram por trechos bem travados, com muita areia, trial, erosões, depressões e travessia de riachos com pedras. ?Vencemos. Estamos muito satisfeitos, pois não nos preocupamos com o tempo. Dava para vir bem mais rápido, mas preferimos ser cautelosos. A etapa de hoje foi definida em sua segunda metade, principalmente nos últimos 30 km, que foi de navegação pura?, contou Almeida.

Depois de algumas dificuldades iniciais, quando caíram da terceira para a 31.ª posição, a dupla dos irmãos catarinenses Marlon/Joseane Koerich estão fazendo uma recuperação surpreendente. Eles terminaram em sexto e já estão em 14.º na geral, com grandes possibilidades de alcançarem os ponteiros até amanhã.

O sexto dia do Rally dos Sertões vai ter uma das menores especiais da competição, com 287 km de muitas curvas, pedras, trilhas em fazenda, lombadas e erosões, saindo de São Felix do Jalapão para Natividade, ainda em Tocantins.