Figuras constantes na Stock Car, este ano os pilotos paranaenses não serão muitos na principal categoria do automobilismo brasileiro. Se em 2013 eram nada menos do que oito paranaenses, em 2014 este número caiu pela metade. Apenas Ricardo Zonta, Júlio Campos, Alceu Feldmann e Gabriel Casagrande permaneceram. O que não quer dizer que se perdeu qualidade.

Melhor do Estado na Stock em 2013, Zonta, que faturou a primeira vitória na categoria na Corrida do Milhão, em dezembro, demonstrou confiança para esta temporada. “Terminamos em quarto nas equipes e nossa meta este ano é ficar entre os três primeiros. Para isso, precisamos pontuar sempre e ganhar corridas. Mas temos que trabalhar um pouco mais para melhorar”, disse ele, que foi o sétimo na classificação do ano passado.

Já o também curitibano Júlio Campos, que teve problemas com o novo câmbio nos treinos em Curitiba, é mais otimista e confia que pode brigar pelo título no final da temporada. “A nossa ideia é brigar por título. Temos que nos adequar rápido para isto. Ficamos um pouco para trás neste começo nos treinos, mas vamos nos recuperar rápido para em São Paulo fazer os primeiros pontos e depois colocar tudo no eixo”, afirmou o piloto da equipe paranaense Prati-Donaduzzi.

A temporada 2014 da Stock Car começa no dia 26 de março, em Interlagos-SP, e terá duas provas em Curitiba, uma em agosto e outra em outubro.