O promotor da Fórmula Truck Aurélio Félix voltou esta semana do Nordeste do País, onde acompanhou o início das reformas dos autódromos de Caruaru, em Pernambuco; e Fortaleza, no Ceará. Como sempre faz nas reformas em circuitos brasileiros, Aurélio ficou reunido com engenheiros, secretários de obras e presidentes das federações de automobilismo dos dois estados para discutir os melhores pontos a serem reformados no Autódromo Internacional de Caruaru e Autódromo Internacional Virgílio Távora de Fortaleza.

Além de deixar os circuitos nordestinos prontos para receber as duas primeiras etapas do brasileiro da F-Truck, – 19 de março em Caruaru e 14 de abril em Fortaleza -, a intenção do promotor da F-Truck é preparar os dois autódromos para receberem também as outras categorias brasileiras. ?São novas praças para o automobilismo brasileiro mostrar sua atual fase de desenvolvimento junto com a nova administração da CBA que está nos apoiando nesse trabalho em uma parte do país que tem um mercado imenso para ser explorado?, lembra Aurélio Félix.

O autódromo de Fortaleza deverá ter uma reforma mais abrangente, tanto no aspecto de comodidade como para a segurança do público e das equipes. ?Vamos mexer em vários pontos do autódromo, incluindo a construção de um circuito alternativo. Estamos aumentando as áreas de escapes, restaurando a passagem pelo túnel que dá acesso aos boxes, e construindo muros nas duas retas em um total de 350 metros lineares, com 2,5 metros, sendo um metro de profundidade?, conta Aurélio, que para a obra, levou cinco máquinas retro-escavadeiras, motoniveladoras e tratores de esteira, além de caminhões, todos equipamentos comprados pela F-Truck em 2003 e utilizados em várias reformas de circuitos brasileiros.

As reformas do circuito de Fortaleza estão sendo feitas com o apoio do governo do estado, através do atual governador, Lúcio Alcântara, que colocou à disposição um contingente de perto de 80 trabalhadores, e da Prefeitura da cidade onde está situado o autódromo, Euzébio, a 20 quilômetros de Fortaleza.