Pivô do boicote imposto por diversos dos grandes clubes brasileiros ao São Paulo, o goleiro Lucão está entre os quatro jogadores cortados pelo técnico Alexandre Gallo na lista final do Brasil para o Mundial Sub-17 dos Emirados Árabes Unidos. Ainda assim, são cinco são-paulino entre os 21 jogadores que viajam.

Lucão era da base da Ponte Preta quando foi convocado para o Mundial. Quando o goleiro começou a treinar no São Paulo, o clube de Campinas soltou nota criticando a atitude dos tricolores e acusando a diretoria do São Paulo de aliciamento. O caso repercutiu e outros clubes começaram também a reclamar.

Atualmente, a posição de diversos clubes é não participar da Copa São Paulo de Futebol Júnior do ano que vem se o São Paulo não for excluído da competição. O mesmo boicote já foi imposto ao Atlético Paranaense quando este contratou o então vascaíno Mosquito. O time rubro-negro, porém, acabou por pagar ao Vasco, o boicote foi encerrado e o atacante está entre os 21 jogadores que irão ao Mundial.

A lista de Gallo tem como destaques os também atacantes Kenedy e Gabriel, nomes constantes nos times profissionais de Fluminense e Santos. Lucas Silva, zagueiro do São Paulo, e Danilo, volante do Vasco, também fazem parte dos elencos principais dos seus clubes. Este último, aliás, foi vendido ao Braga, de Portugal, por mais de R$ 10 milhões, mas só se apresenta ao novo clube quando tiver 18 anos, no ano que vem.

A preparação em Cotia, que começou no dia 27 de setembro, contava com 26 jogadores. Logo no segundo dia de treinos, Gerson, do Fluminense, pediu dispensa por questões particulares. Já neste sábado, quatro jogadores foram desconvocados por Gallo. Além de Lucão, foram liberados o lateral-esquerdo Lorran (do Vasco), o volante Maycon e o atacante Tocantins, ambos do Corinthians.

Na madrugada de segunda-feira, a delegação da seleção brasileira embarca para os Emirados Árabes.A equipe ficará concentrada em Dubai por uma semana se preparando para a estreia no dia 17 de outubro, contra a Eslováquia.

Confira a lista final para o Mundial:

Goleiros – Marcos (Fluminense), Thiago (Flamengo) e Gabriel (Coritiba);

Zagueiros – Lucas Silva (São Paulo), Leo Pereira (Atlético Paranaense) Eduardo e Léo Mendes (Internacional);

Laterais – Auro (São Paulo), Jeferson (Ponte Preta) e Abner (Coritiba);

Volantes – Danilo (Vasco), Gustavo Aguiar (São Paulo) e Thiago Maia (Santos);

Meias – Índio (Vasco), Boschilia (São Paulo) e Nathan (Atlético Paranaense);

Atacantes – Caio Rangel (Flamengo), Kenedy (Fluminense), Gabriel (Santos), Joanderson (São Paulo) e Mosquito (Atlético Paranaense).