O presidente da Uefa, o francês Michel Platini, afirmou que está muito preocupado com a tendência de os clubes ingleses serem negociados com investidores estrangeiros.

Atualmente, oito clubes da Premiere League são controlados por acionistas estrangeiros. A última equipe a ser negociada foi o Manchester City, adquirida este ano pelo ex-primeiro-ministro da Tailândia Thaksin Shinawatra por cerca de 162 milhões.

O caso mais célebre de venda de clube inglês foi o do Chelsea, adquirido pelo magnata russo Roman Abramovich, em junho de 2003. O investidor pagou cerca de 210 milhões pelo controle de um dos clubes mais tradicionais do país. Em quatro temporadas, gastou em torno de US$ 800 milhões para transformar a equipe numa verdadeira seleção mundial, com craques de várias nacionalidades.